Por Fora
das Pistas

Acontece

Zé Reynoso e Azrael W a caminho de mais uma vitória (Luis Ruas)

6 de maio de 2019

Zé Roberto Reynoso F. Filho agora é tri 2007/2008/2019 do GP Cidade de Porto Alegre

Encerrando o 51º Concurso de Salto Nacional The Best Jump, na Sociedade Hípica Porto Alegrense, o Clássico, a 1.45 metro, foi a grande atração desse domingo, 5/5.

Confirmando sua boa forma o cavaleiro olímpico José Roberto Reynoso Fernandez Filho com Azrael W, dupla que vem de vitória no GP Internacional e 2ª Etapa do ranking brasileiro senior top em 27/4 em Curitiba, venceu outra vez.

Dos 36 conjuntos – conforme a regra – 12 foram para 2ª e decisiva volta, entre os quais seis sem faltas. Por ter sido o mais rápido entre os conjuntos sem faltas na 1ª volta José Roberto e Azrael W foram os últimos a entrar e com mais um percurso sem faltas em 42s26 garantiram o título levantando a torcida em Porto Alegre.

Sagrou-se vice-campeão Artemus de Almeida apresentando Casillero, único que também garantiu duplo zero, em 44s71. Ambos representando São Paulo.

“Entrei por último e o tempo do líder não era devagar, arrisquei e deu certo”, contou Zé Roberto, campeão brasileiro e do ranking brasileiro senior top 2018, que não tem nem palavras sobre seu cavalo Azrael W. “É impossível falar do Azrael, ele é absolutamente demais, muito completo. Agora vamos competir no CSN D Maio no Clube Hípico de Santo Amaro no final do mês”, destacou o campeão.

“Aproveito para dizer que tiro o chapéu para a organização do Best Jump, que enfrentou adversidades para permanecer no calendário e ficou bem legal. Ano que vem contamos com maior presença novamente”, finalizou Zé Roberto, que agora é tricampeão do GP Cidade de Porto Alegre. Em 2007 e 2008, o cavaleiro venceu o GP montando Long Neck HV.

Em 3º lugar chegou o paranaense Daniel Khury montando Euclides Método, com apenas 1 ponto perdido na 1ª volta e sem falta na 2ª, em 49s96. Em 4º lugar o chegou Guilherme Foroni com Enorm B, uma falta, 42s79, por São Paulo.

A 5ª colocação ficou com a amazona anfitriã a gaúcha medalhista pan-americana Karina Johannpeter, especialmente vinda da Europa, que montando Challenger JMen II, com o qual venceu o GP do SHP Open em São Paulo em 7/4, computou somente um derrube na 2ª volta, 44s64.

Já o 6º posto coube ao catarinense João Victor Marcon com HSR Zantelle VDL, uma falta na 1ª passagem, 45s02.

O 51º The Best Jump distribuiu R$ 240.750 mil em premiação dos quais R$ 120 mil no GP.

Fonte: CBH

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.