Por Fora
das Pistas

Acontece

16 de julho de 2016

Zé Roberto e Challenger JMen faturam Grande Prêmio em Santo Amaro

Na tarde desse sábado, a principal prova dentro da VI Etapa da Copa Santo Amaro, o GP, prestou uma homenagem ao Dr; Ênio Monte, idealizador da Raça Brasileiro de Hipismo. E a vitória na prova fez jus a grande homenagem: conquistando o topo Zé Roberto e o Brasileiro de Hipismo Challenger JMen, após enfrentar um desempate com mais 16 conjuntos, e chegar zerado, em 34s01. Na 2ª colocação dois cavaleiros fizeram o mesmo resultado  Francisco Musa,  montado Bolero JMen e Fabio Sarti, com Desteny, ambos sem faltas, em 36s53. O 4º posto foi do cavaleiro da Hípica de Campinas, Ismar Augusto Ribeiro Neto com Chronos da Mata, pista limpa, em 38s13. Completaram o pódio na 5ª e 6ª colocação, Bartholomeu Bueno de Miranda Neto, o Totty, com Ariness van´t Wolferink e Roberta Motin com Overnight, ambos pelas cores da Hípica Paulista.

Rocco e William Almeida com Dr Enio Monte, em homenagem da ABCCH

Rocco e William Almeida com Dr Enio Monte, em homenagem da ABCCH

“Estou muito emocionado com esse homenagem com um GP em meu nome aqui no Clube Hípico de Santo Amaro, que sempre foi a minha casa”, destacou Enio Monte, de 86 anos, dos quais 41 dedicados à criação de cavalos de esporte. Pioneiro na arte de selecionar desde a década de 1970 o cavalo de hipismo nacional, Ênio Monte tem um trunfo que nenhum outro criatório brasileiro alcançou: seu Haras Itapuã, em Arandu, interior paulista, é o único criatório no País cuja linhagem produziu cavalos olímpicos nos Jogos de Los Angeles 1984, Barcelona 1992, Atlanta 1996 e Sidney 2000. Sua linhagem também marcou presença em vários Pan-americanos. MC Alpes, por exemplo, foi o primeiro Brasileiro de Hipismo (BH) em Olimpíadas, nos Jogos de Los Angeles 1984, montado por Marcelo Blessmann.

Com infos CHSA

  • Compartilhe
  • <