Por Fora
das Pistas

Notícias

30 de junho de 2017

Vacinação contra a raiva animal continua em Campos, no RJ

Cinco equipes de vacinadores deram sequências na última semana aos trabalhos de imunização contra a raiva animal em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. As ações têm foco concentrado nas áreas do entorno da localidade de Ponta da Lama, onde dois cavalos morreram com a doença poucos dias antes do início da vacinação. A imunização começou no último dia 9, na localidade de Cambaíba, na Baixada Campista.

“Durante esta semana vamos continuar vacinando em toda essa região em volta de Ponta da Lama, nos dois lados da BR-101, desde Dores de Macabu, passando por Lagoa de Cima e todas as localidades do Imbé, como Cambucá, Aleluia, Conceição do Imbé, indo até a área do distrito de Serrinha”, explicou o superintendente Nildo Cardoso.

Ainda segundo o superintendente, o trabalho avança também pela área da Baixada Campista, em distritos como São Sebastião e localidades como Beira do Taí, Espinho e Baltazar, dentre outras.

“Mas também estamos com equipes na área norte do município, como em Morro do Coco, Santa Maria e Santo Eduardo. Os trabalhos estão em ritmo intenso”, acrescenta Nildo.

O município disponibilizou 30 mil doses contra a raiva e também oferece os vacinadores. Para facilitar o trabalho, pequenos criadores de uma mesma área reúnem bovinos e equinos em uma determinada propriedade para imunização. Em muitos casos, a logística é aproveitada para aplicar a vacina contra a manqueira, doença também com alto grau de letalidade.

Causada pelo Rhabdovírus e fatal em praticamente 100% dos casos, a raiva é transmitida principalmente por morcegos hematófagos, em geral da espécie Desmodus rotundus. Sua incidência em determinada área representa risco também ao homem, que pode ser picado ou ainda infectado se uma ferida, por exemplo, entrar em contato com a baba do animal doente.

Fonte: G1

  • Compartilhe
  • <