Por Fora
das Pistas

Notícias

foto: divulgação

20 de março de 2019

Tudo que você precisa saber antes de comprar um cavalo

Ter um animal de grande porte é um ato de muita responsabilidade, principalmente se for um equino. Comprar um cavalo deve ser algo muito bem pensado, porque além de precisar de um grande espaço para se locomover e se exercitar, ele também precisa de cuidados especiais, que incluem higiene, alimentação, e outros. Sem falar dos gastos que isso traz.

Com preços que começam em R$4.000 e podem passar de R$100.000, comprar um cavalo é um grande investimento. E, assim como qualquer outro animal, os cavalos também têm raça, o que influencia muito no valor da compra. As diferenças não são muito grandes: o que muda de um para o outro é a velocidade, docilidade, cor e um pouco de seu tamanho.

Tipos de especialidades dos cavalos

Os cavalos são divididos em três categorias: serviço, esporte e lazer. No serviço, eles são utilizados para controlar rebanhos de gado e búfalo. Os cavalos das raças usadas para esse tipo de trabalho são fortes, rápidos e com capacidade de frear rapidamente. No Brasil, as raças que cuidam desse tipo de serviço são: Crioula, Pantaneira, Marajoara e Nordestina, cada uma delas criada em uma região que faz com que sejam acostumados com calor, chuva e brejo.

Para esportes como hipismo e corrida, são utilizados os cavalos Mangalarga e Brasileiro. Estes animais têm um trote mais firme, são rápidos e bem disciplinados, possibilitando que a pessoa montada se sinta mais confortável para realizar as competições com provas de salto e trote. Uma raça especialmente boa para provas de salto é o Brasileiro de Hipismo, chamado de BH, que é uma mistura de cavalos estrangeiros.

Se seu objetivo é lazer, como equitação ou passeio, os ideais são Mangalarga Marchador, Campolina, Piquira e Campeira, que são mais dóceis e tem a Marcha de Tríplices Apoios Definidos (intensidade de sua caminhada) em velocidade média.

Ambiente para cavalo

Se você não tiver um sítio com grande área para que seu cavalo corra e se exercite, você pode optar por pagar um haras, local que cria e cuida desses animais. Nesse caso é preciso desembolsar um valor mensal para mantê-lo nesse ambiente, além dos gastos com comida, limpeza e saúde.

Caso você possua uma chácara ou sítio, o valor de manutenção do cavalo pode ser menor, contratando alguém para cuidar dele enquanto não tiver ninguém no local. Tirando isso, é sempre bom ter uma área plana, preferencialmente de terra, para que o animal ande com conforto. O estábulo tem que ser limpo diariamente para evitar o contato do cavalo com fezes e urina, além de mantê-lo limpo e relaxado por mais tempo.

Alimentação do cavalo

Diferentemente de cães e gatos, os cavalos não podem ser alimentados apenas com ração. A ração é apenas um complemento de sua alimentação, e esse animal precisa de feno, aveia e capim verde, além de muita água. A desidratação pode causar a morte do cavalo, assim como a ingestão de alimentos que não são próprios ou falta de nutrientes. A quantidade de comida que deve ser oferecida varia de 0,5% até 1% do equivalente ao peso do animal.
Saúde do cavalo

Para aqueles que acreditavam que as ferraduras eram algo dispensável para a saúde dos cavalos, errou. Esse objeto é muito importante, porque as patas sustentam o peso do animal e precisam estar sempre em perfeitas condições. Um cavalo sem ferradura ou que utilize uma de má qualidade, pode ter infecções e calos nos cascos, o que faz com que ele seja inapto para cavalgar.

Hoje em dia existem ferraduras de diversos materiais, tanto as de ferro quanto de plástico e borracha. Com as novas tecnologias, o impacto que o animal causa ao trotar é menor, trazendo uma expectativa de vida mais saudável por evitar problemas nos cascos.

Dar banho neles também é muito importante. O ato de dar banho nos cavalos traz mais confiança do animal em seu dono, além de acalmá-los, deixá-los mais bonitos e longe de doenças. Essa etapa é essencial, principalmente após treinos, corridas e pequenos passeios.

Se seu animal for utilizado para corridas, por exemplo, é necessário que depois das competições eles fiquem de repouso por mais de dois dias, para aliviar a tensão causada durante a prova. O veterinário também deve ser uma visita recorrente, para garantir que seu pet está saudável de todos os jeitos.

Essas são os itens que você precisa saber antes de comprar um cavalo . Lembre-se que eles são animais domésticos também, por isso precisão de tanta atenção e afeto quanto os bichinhos convencionais, como gatos, cães e aves.

Link deste artigo: https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/dicas/2019-03-17/comprar-um-cavalo.html

Fonte: Canal do Pet – iG @ https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/dicas/2019-03-17/comprar-um-cavalo.html

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.