Por Fora
das Pistas

Notícias

Cian O'Connor. Foto: oconnorclans.com

20 de dezembro de 2015

Tribunal Arbitral do Esporte ouve Cian O’Connor

Cian O’Connor, cavaleiro de salto da Irlanda, após entrar com processo contra um incidente de interferência durante o Campeonato Europeu de 2015 foi ouvido na última semana pelo Tribunal Arbitral do Esporte, em Lausanne, Suíça.

O incidente ocorreu durante a final por equipe do Campeonato Europeu em Aachen, na Alemanha, em 21 de agosto, quando um membro da equipe de pista correu na frente do cavalo de O’Connor, Good Luck, enquanto cavalo e cavaleiro estavam em percurso. O obstáculo seguinte que o cavalo bateu, custou a qualificação da Irlanda para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

O chefe de equipe da Irlanda apresentou imediatamente um protesto ao Júri de Campo e um recurso subsequente ao Comitê de Recursos, mas ambos foram indeferidos  por funcionários da FEI que alegaram que O’Connor deveria ter parado em percurso nos termos do artigo 233.3 do Regulamento de salto da FEI.

Tomando o caso para o CAS, órgão internacional para o esporte, é a última chance da Irlanda para reverter a decisão do Júri de Campo e ganhar os pontos de volta para se qualificar para o Rio. Até esse momento, a Espanha ocupa o cargo de qualificação.

Em Laussane, irlandês Chefe de Equipe irlandês Robert Splaine foi acompanhado por O’Connor, companheiro de salto e Darragh Kenny, membro da equipe para apresentar o seu caso. Ambos foram ouvidos na íntegra durante a audiência de um dia inteiro.

O CAS irá agora analisar o caso e emitir a sua decisão nas próximas semanas.

“Nós tivemos uma audiência plena e total com o CAS “, comentou O’Connor. “Agora temos que esperar a decisão do painel e não vamos fazer mais nenhum comentário até então.”

Para vídeo do incidente em questão, siga este link.

Fonte: noellefloyd

  • Compartilhe
  • <