Por Fora
das Pistas

Notícias

Fotos: Divulgação

10 de junho de 2017

Trabalhos acadêmicos sobre a raça Crioula são destaque na Abraveq

A representatividade da raça Crioula em um dos maiores eventos de integração veterinária do Brasil ficou garantida durante a XVIII Conferência Anual da Associação Brasileira de Médicos Veterinários de Equídeos (Abraveq), realizada em Águas de Lindoia (SP).

E, em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), integrantes do grupo ClinEq, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), além de grupos da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), enalteceram o Cavalo Crioulo na área científica com importantes premiações.

Diante de mais de 300 trabalhos enviados e 280 selecionados para apresentação, o que trata do “Metabolismo Lipídico e Atividade Paraoxonase 1 em Potros da Raça Crioula submetidos a diferentes tipos de criação” recebeu o primeiro lugar na categoria Fisiologia do Exercício e Nutrição. Apresentado pela doutoranda da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Ilusca Finger, e orientado pelo professor Carlos Nogueira. O grupo ClinEq é premiado pelo terceiro ano consecutivo na categoria.

Pela visão de Nogueira, “foi um evento muito interessante, de alta qualidade científica e palestrantes internacionais”, mencionou. Isso tudo com 700 participantes veterinários cujos trabalhos são voltados inteiramente aos equinos, proporcionando muita discussão sobre a raça crioula em três dias de trabalho intenso.

Abordando outro assunto voltado ao Cavalo Crioulo, o trabalho “Fitoterápicos como Alternativa de Controle para Bactérias Causadoras de Endometrites em Éguas”, apresentado pelo professor Fernando Lisboa, da Universidade de Caxias do Sul (UCS), também foi um dos premiados: ficou em segundo lugar na área de Reprodução.

No total, foram três diferentes grupos de pesquisa com temas que discorrem sobre a raça concorrendo em quatro categorias estabelecidas no evento. O terceiro deles chegou direto da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), sob a orientação do professor Flávio de La Corte. Os trabalhos apresentados foram divididos em quatro categorias. Em cada uma delas, os cinco melhores eram escolhidos para serem apresentados a uma banca com palestrantes internacionais, não só no formato inicial – em banner – e sim também de forma oral.

Com o objetivo de proporcionar um atendimento ao público, a ABCCC montou um estande que esteve presente durante todo o período de realização da conferência. Nele, os dois analistas de expansão da Entidade, Gerson Medeiros e Lucas Lau, estiveram disponibilizando informações sobre a raça. Uma apresentação sobre o que é a ABCCC e quais os principais serviços prestados pela Casa também foi feita aos presentes.

Mais do que trabalhos científicos, o evento também promoveu discussões através de fóruns, onde o tema do Bem-Estar-Animal esteve em pauta com a participação da ABCCC. Fundada em 1989, a Abraveq visa a integração entre os profissionais veterinários atuantes em equinos de todo o Brasil.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

  • Compartilhe
  • <