Por Fora
das Pistas

Notícias

2 de julho de 2017

Técnicas de reprodução equina requer atualização constante dos profissionais

A chamada indústria do cavalo cresceu mais de 15% nos últimos dez anos e chegou a movimentar, somente no último ano, mais de 16 bilhões de dólares em todo o mundo. No Brasil, temos mais de 5 milhões de cabeças de equinos, que garantem muitos postos de trabalho.

Estes números também estão atrelados aos avanços da biotécnicas reprodutivas, gerando o aumento de planteis e animais geneticamente melhores a cada ano.

Diante deste contexto, está a inseminação artificial, a transferência de embriões, como duas das técnicas mais prestigiadas. Estas, a cada ano, vêm sendo aprimoradas, de forma a tornar o processo ainda mais eficiente com vistas aos resultados.

Isso requer dos profissionais da medicina veterinária atualização constante, por meio das especializações, de forma a se tornarem conectados com estes avanços.

Médico veterinário amplie seu conhecimento sobre o melhoramento genético animal e se qualifique no mercado.

Confira algumas possibilidades de cursos profissionalizantes.

Fonte: SNA

  • Compartilhe
  • <