Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: DINO

12 de novembro de 2017

Sul de Minas recebe o segundo maior evento nacional de cavalos da raça Mangalarga Marchador

A raça Mangalarga Marchador volta às origens com a realização do Campeonato Brasileiro de Marcha Batida. A 31ª edição do evento será realizada em Caxambu, no Sul de Minas, de 14 a 18 de novembro, no Parque de Exposições José Bráulio Junqueira de Andrade (Rodovia Caxambu a Baependi, 900 – Jardim Exposição Caxambu – MG).

A expectativa dos organizadores é de receber 23 mil pessoas e movimentar não só a cidade de Caxambu, mas os municípios do entorno para suprir a demanda por hotelaria e restaurantes. A promoção é da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), Prefeitura Municipal de Caxambu e Núcleo do Cavalo Mangalarga Marchador do Sul de Minas. A região é reconhecida como o “berço” da raça no Brasil.

Uma série de atividades está programada, com atrações para todos os gostos e idades. Além das disputas, que vão apontar os melhores marchadores do país, haverá passeios turísticos e culturais, como a visita ao Museu do Cavalo Mangalarga Marchador e às “fazendas pilares da raça”. A criançada poderá se divertir no espaço kids e na minifazenda. A tradicional música de Minas dará ritmo ao evento, interpretada por cantores locais. Uma iniciativa da prefeitura promete apresentações diárias, sempre a partir das 20h, no calçadão central da Caxambu.

O 31º Campeonato Brasileiro de Marcha tem a expectativa de receber 600 animais. No dia 17 de novembro (sexta), será realizado um grande leilão da raça, no hotel Glória, com a oferta de 35 lotes de exemplares de alta categoria, inclusive dez embriões. Entre as atrações estão choperia, opções gastronômicas, produtos típicos do Sul de Minas, joalherias, selarias e novidades do mundo do agronegócio.

O evento marca o encerramento do calendário anual de atividades da raça Mangalarga Marchador e volta a aquecer o turismo da cidade mineira, famosa pelas águas minerais. A edição do CBM também será momento de confraternização entre criadores, profissionais e personalidades da raça. Uma oportunidade para rever e fazer amigos e negócios.

O evento será realizado em um parque revitalizado, desenvolvido para o bem-estar dos cavalos e criadores. A pista foi ampliada, baias foram construídas, o alojamento para os peões e os dois restaurantes do parque receberam investimentos da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM). “Essa é uma obra que vai além de proporcionar uma das melhores edições do CBM. Ela vai ficar como legado para a cidade e região, pois o parque poderá receber grandes eventos com mais conforto e infraestrutura”, comenta Daniel Borja, presidente da ABCCMM.

Região de Origem – A região do Sul de Minas é conhecida como área de origem da raça Mangalarga Marchador, porque foi nela, especificamente em Cruzília, que surgiu a raça, famosa no mundo inteiro por ter uma marcha de melhor rendimento, equilíbrio e conforto. O cavalo, muito dócil, é utilizado no trabalho, no esporte e no lazer. Também é uma das raças mais utilizadas para a prática da equoterapia.

A raça Mangalarga Marchador foi criada há cerca de 200 anos a partir do cruzamento dos cavalos álter, trazidos pelos portugueses, com alguns cavalos da região do Sul de Minas. O animal, de porte médio, ganhou Minas Gerais, o país e o mundo. A raça conta com um plantel de 600 mil cabeças no país e Minas Gerais é o Estado com a maior parte desse número.

A Associação “Marchadores Pela Vida” também terá espaço exclusivo, onde vai oferecer a todos os presentes a oportunidade de colaborar com doações destinadas a casas de apoio a crianças em tratamento do câncer e a dependentes químicos carentes.

Fonte: Dino

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.