Por Fora
das Pistas

Notícias

23 de setembro de 2019

Sul comercializa cavalo Quarto de Milha com valor 19,5% maior do que média nacional

A valorização do cavalo Quarto de Milha, maior raça equina do Brasil, cresce em ritmo acelerado na Região Sul do país. Em 2018, nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, foram promovidos 16 leilões oficiais da raça. Mais de 350 lotes foram comercializados pelo valor médio de R$ 61,1 mil. A quantia é 19,56% maior do que a apurada no mercado nacional, que ficou em R$ 51,1 mil.

De 13 a 15 de setembro, a região recebeu o 12º Congresso Brasileiro de Laço Comprido, realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e pelo Núcleo Sul do Quarto de Milha (NSQM). Pela primeira vez, o evento aconteceu no moderno complexo do Haras Virgínia, em Portão (RS), a 30 km de Esteio (RS), cidade que sediou a prova nos últimos anos, durante a Expointer.

O novo palco cumpriu todas os requisitos para receber uma competição oficial da ABQM e todos os critérios exigidos para a promoção do Bem-Estar Animal. “O Laço Comprido é o esporte equestre mais praticado pelos gaúchos, que aprenderam a admirar a conformação e toda a funcionalidade do Quarto de Milha, raça que se mostra soberana nessa modalidade”, afirmou Adão Tessmann, presidente do NSQM.

Um dos principais motivos para a prova ter mudado de endereço é não deixar os competidores vulneráveis às intempéries climáticas. “Com a estrutura coberta, a pista oferece maior segurança e conforto aos conjuntos que não precisarão mais se preocupar com as chuvas recorrentes desta época do ano na região. Além disso, conseguimos estender o evento, que foi realizado em três dias”, ressaltou o presidente da ABQM, Cicinho Varejão.

ABQM no Sul

Juntos, os três estados do Sul somam 73,3 mil animais registrados no Stud Book da Associação do Quarto de Milha, maior entidade de raça equina da América Latina. A região concentra ainda 15,8 mil proprietários e 8,1 mil criadores de cavalos, além de 4,1 mil associados à ABQM. O plantel nacional da raça é de 590 mil animais, representados por 109 mil proprietários, 55 mil criadores e 36 mil associados.

Fonte: ABQM

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.