Por Fora
das Pistas

Notícias

Gabriel precisa manter boas notas para continuar com a bolsa de hipismo

1 de outubro de 2017

Sindicato Rural de Cuiabá mobiliza parceria para realizar o sonho de um jovem se tornar peão

Depois de mobilizar parte dos leitores do LIVRE, Sindicato Rural de Cuiabá e empresas parceiras, no meio do mês de setembro, o estudante Gabriel Junior Cardoso dos Santos, 14 anos, deu mais um passo para tornar real o sonho de ser peão.  Ao lado da mãe, Jaqueline, o jovem firmou um acordo para receber seis meses de aulas de hipismo da Sociedade Hípica Cuiabana (SHC), em que a única exigência é ter boas notas.

As aulas poderão ser estendidas caso Gabriel siga bem na escola. “Queremos que ele seja um exemplo para tantos outros garotos e garotas, que seja um atleta e represente Mato Grosso”, afirma Caio Paes de Barros, presidente da Sociedade Hípica Cuiabana.

O melhor amigo e companheiro de montaria, Igor Silva, presente na aula experimental oferecida pela hípica tambem ganhou uma bolsa. “Quem sabe não revelamos dois talentos do esporte?”, indaga Caio.

História
A história publicada pelo LIVRE sobre o jovem de Cuiabá que sonha ser um cavaleiro profissional, comoveu muita gente que trabalha no ramo. E o resultado foi uma mobilização conjunta para ajudá-lo a concretizar este objetivo.

O Sindicato Rural de Cuiabá doou o dinheiro que faltava para quitar a compra da égua Rubi, a qual foi parcelada em quatro vezes de R$ 250. “Ainda faltavam duas parcelas”, lembra o futuro peão.

O vice-presidente do Sindicato, Celso Nogueira, destaca que as portas estão abertas para qualquer tipo de iniciativa que promova o bem-estar social. “Queremos garantir que estes jovens continuem no caminho do bem”, complementa.

O Haras Twin Brothers doou uma sela completa. O garoto cavalgava “em pelo” pelas ruas da Capital. O haras ainda ofereceu a Gabriel um curso gratuito de doma que irá durar 30 dias e poderá ser realizado em suas folgas da escola.

A empresa Rico Nutriação também se comoveu com a história e doou 80 quilos de ração para ajudar na alimentação do animal, além do acompanhamento veterinário.

Gabriel foi descoberto pelo jornalista do LIVRE, Rodrigo Vargas, que resolveu parar para conversar com o garoto ao vê-lo em meio aos carros na “hora do rush”. “Fiquei curioso em descobrir um pouco mais sobre a história daquele menino franzino e seu irmão, que disputavam espaço entre os carros. Foi aí que estacionei e conversei com eles”, disse Vargas.

Fonte: OLivre

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.