Por Fora
das Pistas

Notícias

Paulo Germano, William Almeida, Sergio Brandão, Kiko Mari e Duílio Martins; foto: divulgação

26 de fevereiro de 2019

Sergio Brandão Gomes é homenageado no CHSA

No último domingo, 24, durante o reconhecimento do Clássico, amigos, sócios, diretoria, presidente e ex-presidentes brindaram à nova pista com o homenageado Sérgio Brandão Gomes, acompanhando de sua filha caçula Maria Clara.

A pista de areia Sérgio Brandão Gomes tem 70 x 50 metros e está encravada na pista de grama João Carlos Kruel, sócio fundador do clube em 1935.

“Meu sinto lisonjeado por ter uma pista em meu nome, em um clube que sempre adorei e onde fiz a minha carreira. A pista tem uma metragem muito boa, de acordo com padrão internacional e, com certeza, teremos shows maravilhosos aqui. Foi uma bela iniciativa!”, destacou Sérgio Brandão Gomes.

Pernambucano, carioca, mas santamarense de coração, Brandão, 74 anos, sempre irreverente e muito à frente de seu próprio tempo é, sem dúvida, parte da história do Clube Hípico de Santo Amaro.

Foi em 1974 que Brandão, aos 25 anos, chegou em Santo Amaro. Nunca mais deixou São Paulo. Além de grande concursista, Brandão é exímio formador de cavalos e também vestiu a camisa organizando grandes concursos em Santo Amaro. Sahib, Pepino Voador, Blue Moon e o inesquecível Baturitè, entre outros tantos craques, brilharam nas mãos de Brandão eternizando nas lembranças de todos que o viram montar ou treinaram com ele, um ginete clássico, de equitação aprimorada e suave, mas que nunca perdeu sua competitividade.

Na premiação do GP, o vice-campeão Zé Roberto fez questão de passar sua medalha para Brandão que dividiu o pódio com o campeão Fernando e todos os demais classificados.

Fonte: CBH

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.