Por Fora
das Pistas

Acontece

Dr. Rogério Saito em Deodoro

11 de agosto de 2016

Rogério Saito, veterinário dos cavalos do time Brasil de Salto, conversa com exclusividade com nosso site. Confira!

Em Deodoro, as vésperas de começar a inspeção veterinária da modalidade salto, o site PFDP conversou com Dr. Rogerio Saito, veterinário oficial dos cavalos de salto do time Brasil.

Aos 40 anos, Rogerinho, como é conhecido, é veterinário do time Brasil desde 2011, entre as inúmeras competições que teve a oportunidade de acompanhar os cavalos ele destaca dois Jogos Pan-americanos: Guadalajara e Toronto, as Olimpíadas de Londres, o Mundial da Normandia e agora os JO Rio16.

Os preparativos para os cavalos chegarem em forma em Deodoro começou na Europa, em seção de treinamento durante duas semanas, já no período da quarentena, com a equipe toda.

“ O voo saiu de Liege, na Bélgica. Foram 43 cavalos num voo e no dia anterior mais 44. No voo que fui estava o veterinário da Suécia, mais quatro tratadores. Foi muito tranquilo!”

Na chegada do container os animais seguiram em segurança para o caminhão e foram escoltados até Deodoro. Lá chegando foi feito toda inspeção dos cavalos e a vistoria. Saito afirmou que todos os cavalos estão bem, e que para se adaptarem e descansarem da viagem, no primeiro dia estiveram nas baias e no segundo, a grande maioria, já saiu para dar um leve trabalho e conhecer a área.

“ Os cavalos chegando nós fazemos todo o acompanhamento veterinário, hidratação, hemograma, estado clinico geral, etc.” Aos ser questionado sobre alimentação dos animais, se existe uma padronização ele respondeu: “ Já foi autorizado pelo MAPA, faz algum tempo, cada animal trazer seu próprio alimento, desde que seja listado corretamente, tanto quanto medicação quanto a parte de comida, devem ser autorizados e cada um traz o seu.”

Sobre o trabalho o veterinário falou um pouco da rotina que geralmente acontece nos dias que antecedem as provas mais fortes. “Às vésperas de uma grande competição os cavalos saem da baia de 2 a 3 vezes por dia, dependendo da hora que o cavaleiro vier montar. Com no mínimo uma vez ou duas para passear e, a outra para ser trabalhado. Se tiver no local, alguns fazem esteira.”

Sobre o Hospital Veterinário construído especialmente para os JO em Deodoro, a avaliação foi bastante positiva. “A clínica aqui em Deodoro está muito boa e, foi muito bem elaborada, com bastantes boxes de tratamento, espaço e a todo momento veterinários disponíveis no local para ajudar.”

Amanhã, 12/8, a partir das sete e meia da manhã acontecerá a inspeção veterinária dos cavalos de salto. E a expectativa é bastante positiva: “Os cavalos estão bem e não teremos problema quanto a visita veterinária. A inspeção acontecerá em ordem alfabética, por país, e dentro do país cada cavalo já tem um número de ordem, que foi entregue no momento que chegamos.”

Após o Rio de Janeiro Rogério vai para o Sul-americano da Juventude, na Hípica Paulista, na sequencia acompanhará o time Brasil no CSI em Spruce Meadows (CAN), e na final da Copa das Nações em Barcelona (ESP).

Desejamos Boa Sorte ao Time Brasil!

PFDP colaboração A.L

  • Compartilhe
  • <