Por Fora
das Pistas

Notícias

5 de julho de 2016

Resultados na reta final de preparação deixam COB otimista para o Rio-2016

Falta um mês para a abertura dos Jogos Olímpicos e os atletas entram na reta final de preparação. Claro que nenhum campeão surgirá nesse período, pois o trabalho vem de anos, mas todos foram treinados para que cheguem no auge no Rio. Os bons resultados recentes deixam o Comitê Olímpico do Brasil (COB) otimista para cumprir a meta de ficar entre os dez países mais bem colocados pelo número total de medalhas.

Fabiana Murer, por exemplo, conquistou no domingo a melhor marca da carreira no salto com vara, ao marcar 4,87 m no Troféu Brasil. Felipe Wu, do tiro esportivo, assumiu a liderança no ranking mundial na pistola de ar 10 m. Ana Sátila, da canoagem slalom, vem tendo ótimos resultados e está na quarta posição no ranking mundial.

“Duas semanas atrás, quando voltei da Europa, fiz treinos difíceis e achei que a velocidade não saía mais como antigamente. Até passou pela minha cabeça: ‘Nossa, estou ficando velha, está mais difícil’. Mas acho que faltava mesmo o descanso e a adaptação ao fuso. Foi uma emoção muito grande atingir a melhor marca no último ano da minha carreira. Vou me esforçar ao máximo para conseguir uma medalha olímpica, porque sei que não vai ser fácil”, explicou Fabiana Murer.

No COB, a meta agora é possibilitar aos atletas uma privacidade para treinar e se preparar antes de entrar para a disputa. Uma grande estrutura está sendo montada, principalmente no Rio, para abrigar a maior parte das modalidades com tudo que elas precisam. A ideia é oferecer autonomia nos horários de treinamentos, boa alimentação e um descanso adequado para os atletas.

ESTRUTURA – Com todas as instalações olímpicas já entregues, o comitê organizador agora corre para finalizar as estruturas temporárias e dar “cara” aos Jogos. No momento, quatro mil funcionários do Rio-2016 atuam nas arenas espalhadas pela cidade, no Parque Olímpico e no Complexo de Deodoro. Além deles, há 30 mil terceirizados.

“Estamos na fase de finalização das estruturas temporárias, colocação de tendas, cabines, cercas e look dos Jogos”, diz o diretor de Gestão de Instalações do Comitê Rio-2016, Gustavo Nascimento. Hoje, começa o processo de varredura das instalações pelos órgãos de segurança. A previsão é de que todos os locais estejam vistoriados em até 28 dias.

Fonte: Isto É – Estadão Conteúdo

  • Compartilhe
  • <