Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

10 de dezembro de 2019

Rédeas de Ouro leva para pista consolidação do Cavalo Crioulo na modalidade

Esta edição do Rédeas de Ouro, que inicia nesta segunda-feira, 9 de dezembro, e vai até o dia 14, em Campina Grande do Sul (PR), ficará para a história. A competição, organizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), se tornou o maior evento de rédeas de uma só raça no país. Ao todo, 272 inscrições foram realizadas e os cavaleiros entrarão em pista para disputar os pódios das diversas categorias, além de R$ 120 mil em prêmios, aumento de 20% em relação à edição passada.

Na arena da cidade paranaense, que sedia o Rédeas de Ouro pelo terceiro ano consecutivo, serão conhecidos os vencedores do Campeonato Nacional, Potro do Futuro e Snaffle Bit da ABCCC. De 2016 até agora, o crescimento no número de inscrições é de impressionantes 183%. “Realmente é uma prova de uma dimensão absurda, muito grande. A nossa meta era atingir 200 inscrições, era o que nós estávamos trabalhando. Estamos muito felizes, esse é um trabalho que vem acontecendo com a comissão de Rédeas junto à Diretoria Geral da ABCCC, um trabalho muito focado na modalidade de rédeas. E está aí o resultado”, comemora o coordenador da Subcomissão de Rédeas da ABCCC, Antônio Corrêa.

O crescimento é o reflexo dos resultados do Cavalo Crioulo na modalidade de rédeas. Nos últimos anos a raça vem figurando na ponta nas mais diversas provas realizadas pelo país. “O Cavalo Crioulo vem em uma crescente. Há cada ano ele se consolida em todo o Brasil. Prova disso é que o Rédeas de Ouro está entre as maiores provas da modalidade já ocorridas no país”, observa Corrêa.

A novidade para este ano é a Mapuche Reining Cup, uma prova de trios que será realizada no lugar do primeiro Sul Americano de Rédeas da raça Crioula, realizada no ano passado. “Sempre no Rédeas de Ouro temos uma novidade. Todo ano estamos apresentando algo novo para os nossos competidores, proprietários e aqueles que acreditam na raça Crioula”, destaca o coordenador da Subcomissão de Rédeas da ABCCC.

A avaliação das provas do Rédeas de Ouro ficará por conta Valter Lopes Junior, Wadson Lander, Marcos Antônio da Silva Júnior, Ricardo Heymann e Ederson Machado serão os responsáveis por julgar a prova, enquanto a análise de equipamento ficará a cargo de Giovani Bornancin. A escolha dos jurados acontece por meio do comitê oficial da Associação Nacional do Cavalos de Rédeas (ANCR), que consulta a disponibilidade dos juízes.

Fonte: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

 

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.