Por Fora
das Pistas

Notícias

Cavalo Crioulo

2 de novembro de 2016

Prova do Cavalo Crioulo acontece de 3 a 6 de novembro em Londrina

Londrina vai sediar uma das provas mais importantes do Cavalo Crioulo realizadas no País nos próximos dias 3 a 6 de novembro. É a 2ª Exposição Morfológica de Primavera Norte Crioulo – 1ª Credenciadora Mista ao Freio de Ouro.

O evento reunirá competidores vindos de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e acontece no Complexo Equestre Família Romanelli, no Parque de Exposições Governador Ney Braga. Para a prova credenciadora ao Freio de Ouro serão 30 conjuntos (15 machos e 15 fêmeas) e, para a morfológica, cerca de 80 animais.

A prova credencia os vencedores para a semifinal do campeonato, que será realizada durante a ExpoLondrina 2017 e de onde sairão os finalistas que irão disputar o Freio de Ouro em Esteio.

Organizada pelo Núcleo Norte Paranaense de Criadores de Cavalo Crioulo, presidido pelo criador Elizandro Pellin, a prova é a principal ferramenta para seleção da raça. “No Freio de Ouro, busca-se harmonia entre a morfologia do cavalo e a funcionalidade, selecionando um animal bonito e com características da raça”, explica Pellin.

Ele ressalta que a prova é uma avaliação rigorosa e integral do cavalo da raça crioula e se divide em duas etapas: morfologia, em que se valoriza características como equilíbrio estrutural, frente leve, firmeza da linha superior e um bom relevo muscular; e a prova funcional, em que são avaliadas a andadura, a figura (avaliação do equilíbrio nas trocas de mãos e patas, potência de execução e submissão a todas as solicitações do ginete); volta sobre patas e esbarrada, considerada um dos momentos mais difíceis da prova; mangueira (trabalho do animal com o gado), prova de campo ou paleteada, em que se observa a aptidão vaqueira, velocidade, força e total submissão do cavalo ao cavaleiro.

No primeiro dia, as provas consistirão em andaduras (tranco, trote e galope), figura, volta sobre patas (giros) e esbarrada. Para o segundo dia, serão provas de mangueira (aparte de dois novilhos e pechada – embate de dois cavaleiros ou entre um cavaleiro e um animal desmontado, vindos de lados opostos) e, por último, a paleteada, que seleciona os sete melhores colocados para disputa de quatro vagas na semifinal.

O presidente do Núcleo destaca ainda que, além de importante para avaliar a qualidade dos animais, a competição atrai os amantes de cavalos pela beleza que é apresentada em pista.

O evento é aberto à comunidade. “Todos que apreciam cavalos estão convidados a assistir as provas”, convida Pellin.

Programação

3/11

14:00 – Concentração de machos
15:00 – Julgamento das categorias Incentivos
18:00 – Admissão da Exposição Morfológica

4/11

8:00 – Julgamento das Categorias Oficiais
12:00 – Almoço
14:00 – Retorno do Julgamento Morfológico
17:00 – Admissão da Credenciadora
18:00 – Morfologia da Credenciadora

5/11

8:00 – Inicio da Etapa Funcional (Andaduras, Figuras e VSP e Esbarrada)
12:00 – Almoço
14:00 – Retorno da Etapa Funcional (Mangueira e Campo 1)

6/11
8:00 – Retorno da etapa Funcional (Mangueira, Bayard/Sarmento e Campo 2)
11:30 – Entrega de Prêmios

 

Fonte: Bonde

  • Compartilhe
  • <