Por Fora
das Pistas

Acontece

David Broome; Foto: en.wikipedia

16 de maio de 2016

Prova de saltos do hipismo não repete medalhistas olímpicos desde 1968

Uma das tarefas mais complicadas para aqueles que gostam de fazer previsões de resultados em Jogos Olímpicos é acertar os atletas que estarão no pódio na competição individual de hipismo, na modalidade saltos. Desde a edição da Cidade do México, em 1968, a prova sempre teve medalhistas diferentes.

De lá para cá, foram disputadas 11 Olimpíadas. Ao todo, 33 cavaleiros foram medalhistas. O brasileiro Rodrigo Pessoa, campeão olímpico em Atenas 2004, esteve perto de quebrar este jejum, não fosse o refugo da montaria Baloubet du Rouet na final de Sydney 2000.

Outro cavaleiro que por pouco não conquistou duas medalhas olímpicas na prova individual foi o irlandês Cian O’Connor. Bronze em Londres 2012, ele havia sido o vencedor do torneio em Atenas 2004, mas acabou desclassificado pelo doping de seu cavalo.

Com isso, o último atleta a ter atingido tal feito foi o britânico David Broome. Tanto em Roma 1960 quanto em Cidade do México 1968, o cavaleiro terminou com a medalha de bronze. Antes dele, os irmãos italianos Raimondo e Piero D’Inzeo também subiram duas vezes ao pódio. O primeiro foi ouro em Roma 1960 e prata em Estocolmo 1956 (as provas de hipismo foram transferidas de Melbourne), enquanto Piero foi prata e bronze nas mesmas edições, logo atrás do irmão.

Fonte: SporTV.comRio de Janeiro

  • Compartilhe
  • <