Por Fora
das Pistas

Acontece

17 de fevereiro de 2018

Processo Seletivo para Jogos Equestres Mundiais Tryon 2018 do Concurso Completo De Equitação – CCE

A Confederação Brasileira de Hipismo vem por meio desta esclarecer aos interessados em participar dos Jogos Equestres Mundiais 2018 e Campeonato Sul Americano 2018 que a escolha das equipes será feita por uma Comissão Técnica, composta pelo Presidente da CBH, Sr. Ronaldo Bittencourt Filho, Diretora de CCE, Sr. Ana Paula Sedó Perracini, Veterinário da equipe, Dr. Paulo Eduardo Limongi e pelo Sr. Ademir de Oliveira.

Os critérios adotados serão:

1) Qualificação;
2) Participação em competições (mesmo depois de qualificados);
3) Qualidade técnica apresentada pelo conjunto;
4) Condição física do cavalo e cavaleiro;
5) Postura do cavaleiro perante o processo.

Objetivos do Processo:
1) Criar junto aos cavaleiros e amazonas participantes do processo, responsabilidade na preparação e treinamentos.
2) Assegurar um número suficiente de conjuntos participantes de CCI e CIC com o objetivo da formação da equipe.
3) Fomentar a disciplina.
4) Promover a horizontalidade no processo de seleção.
8) Promover a participação dos conjuntos participantes do processo em concursos de maior visibilidade : CCI 4 *,

CCI 3 * e 1 CIC 3 *.
9) Promover a ”internacionalização” dos Conjuntos participantes do processo.

Pré Requisitos:
Com vistas à participação no processo seletivo para representação do Brasil no WEG 2018, a CBH vem informar a todos os interessados que os mesmos deverão:

1) Manifestar por escrito sua intenção e concordância com o Processo Seletivo.
2) Manifestar por escrito sua concordância com o “Código de Ética e Conduta do Cavaleiro” proposto pela CBH.
3) Os Requisitos mínimos de elegibilidade devem ser alcançados nas competições (1 CCI4*) ou (1 CCI3* + 1 CIC3*), com a combinação e qualificação mínima definida pela FEI, conforme critérios abaixo:

a) Prova de Adestramento: Não mais de 45 pontos de penalidade (ou 55%);
b) Prova Cross Country:Um percurso sem faltas nos obstáculos;

Não ultrapassar os 75 segundos o tempo ideal do Cross Country para competições de nível de 1*, 2* e 3* e 100 segundos no caso de Competições de 4* (quatro estrelas).
c) Prova de salto: Não mais de 16 pontos de penalidades nos obstáculos.
04) Para que os animais selecionados sejam confirmados na Equipe , validando a participação do conjunto selecionado , os mesmos deverão ser submetidos à avaliação física e eventuais exames complementares, solicitados pelo Veterinário indicado pela CBH.
05) Caso os conjuntos selecionados desistam da vaga ou sejam excluídos por motivos veterinários ou tenham sua participação impedida por quaisquer outros motivos, as eventuais vagas objetivas serão revertidas ao critério subjetivo.
06) O presente critério é valido para os conjuntos que estiverem competindo no Brasil e/ou no exterior.
07) Os conjuntos que estiverem competindo no exterior estarão sujeitos aos mesmos critérios de avaliação e seleção e, uma vez selecionados, deverão participar das verificações e treinamentos nos locais onde estiverem domiciliados.
08) A Comissão selecionadora tem amplos poderes para dirimir dúvidas e resolver casos omissos.

Lembrando que o objetivo é ter a equipe mais competitiva possível.

Como comissão estamos comprometidos em fazer o processo ser o mais transparente e justo possível.

Diretora de CCE CBH & Gerente Esportivo CBH

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.