Por Fora
das Pistas

Notícias

1 de maio de 2017

Portugal investiga a morte de quatro cavalos após competição de enduro

O Presidente da Comissão Técnica de Enduro da Federação Equestre Portuguesa, Rui Pedro Amante, mandou uma carta aberta para comunicar a investigação da morte de quatro cavalos no evento realizado em Fronteira, no final de semana dos  dias 22 e 23 de abril. Leia a seguir:

A Federação Equestre Portuguesa iniciou um processo de investigação completo sobre a morte dos cavalos Fakir Al Oasis montado por Jaime Magarreiro (POR), no CEI 1* realizado em Fronteira no sábado, 22 de abril; da égua Balalaika Bem Dandy montada por Margarida Oliveira Soares (POR), no CEI 2*, no domingo, 23 de abril; do cavalo Enigma da Bela Vista montado por Luis Candeias (POR) e do cavalo Bertaccio montado por João Conceição (POR) ambos  após competir no CEP 80 km realizado também em Fronteira no dia 23 de abril.

A FEP está em contato direto com a Comissão Organizadora deste Evento e com os Oficiais FEI e FEP ali presentes por forma a esclarecer este infeliz acontecimento, tendo já nomeado uma Comissão de Inquérito para o efeito.

Foi ordenada a realização de exames “post mortem” nestes quatro cavalos, a realizar por entidade devidamente credenciada para o efeito. Mais informamos que a FEP está também a acompanhar a situação clínica de outros cavalos que participaram neste Evento e que se encontram sobre observação médico-veterinária.

O bem-estar do cavalo é para a FEP a principal prioridade e, por isso, tudo fará esta Federação Equestre para apurar as razões destes trágicos acontecimentos.

A fim de proteger a integridade da investigação, não fará a FEP qualquer comentário adicional neste momento.

Fonte: Equisport

  • Compartilhe
  • <