Por Fora
das Pistas

Notícias

Suposto cliente comprou três animais e não pagou o vendedor, em Jundiaí

4 de janeiro de 2017

Polícia investiga caso de estelionato em site de leilões de cavalos

A Polícia Civil de Jundiaí (SP), por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), investiga uma suspeita de estelionato em um site de leilão de cavalos. O suposto cliente arrematou três animais da raça mangalarga, mas não pagou o parcelamento para o vendedor.

Os investigadores da delegacia de Jundiaí já descobriram que a compra foi feita com documentos falsificados. A pessoa interessada na compra fez o cadastro como de costume, seguindo as regras do site.

O proprietário dos animais vendidos disse que os documentos do comprador eram legais e todas as etapas foram concluídas normalmente. O valor dos cavalos, de R$ 65 mil, foi dividido em 30 parcelas de R$ 2.307.

A primeira parcela do financiamento até chegou a ser paga e, assim, os cavalos foram retirados pelo comprador de duas propriedades, uma em Itu (SP) e outra em Cabreúva (SP). O problema é que depois disso, a dívida se acumulou e o comprador sumiu.

A DIG descobriu  que um homem chamado Felipe usava a conta corrente do cunhado e os documentos pessoais de outra pessoa para fazer o cadastro no site. Agora, a polícia quer saber qual o envolvimento de cada um no golpe.

Os investigadores estiveram em quatro cidades e conversaram com dezenas de pessoas. Até agora encontraram apenas um dos cavalos vendidos, que estava em uma chácara em Valinhos (SP). O animal foi apreendido e está em uma propriedade até que o caso seja esclarecido.

A polícia pretende ouvir todos os envolvidos para tentar descobrir o paradeiro dos outros dois animais e, assim, poder esclarecer a situação.

Fonte: Do G1 Sorocaba e Jundiaí

  • Compartilhe
  • <