Por Fora
das Pistas

Acontece

Pedro Muylaert e Prince Royal Z MFS; foto: Sportf

18 de fevereiro de 2017

Pedro Muylaert e Prince Royal Z MFS saem vitorioso do Grande Prêmio de Wellington

O brasileiro Pedro Muylaert e o seu novo parceiro Prince Royal Z MFS venceram o Grand Prix CSI 3 * na noite de sexta-feira, 17 de fevereiro, no Festival Equestre de Inverno de Wellington, FL, em 2017.

Competindo na Arena Global do Palm Beach International Equestrian Center (PBIEC), Paul O’Shea e Skara Glen Machu Picchu terminaram em segundo lugar, e Jimmy Torano (EUA) com Day Dream foi o terceiro colocado.

Assista Pedro Muylaert e Prince Royal Z MFS em sua rodada vencedora!

Richard Jeffery (GBR) desenhou o percurso para 44 conjuntos no Grande Prêmio de sexta-feira. Quatro deles avançaram para o desempate, onde O’Shea e Muylaert foram os únicos dois a repetirem o zero.

O Prince Royal Z MFS finalizou o percurso em 37,27 segundos para levar a vitória. O’Shea e Skara Glen Machu Picchu parou o relógio em 37,59 segundos para ganhar o segundo lugar.

Torano e Day Dream foram mais rápidos em 36,94 segundos, mas registraram uma falta. Hardin Towell (EUA) também teve um tempo rápido em 37,12 segundos montando Evergate Stables ‘Nova York, mas com tres faltas terminou em quarto lugar.

“Meu plano era ir rápido, mas não muito rápido, porque eu sabia que não havia muitos no desempate”, disse Muylaert sobre sua rodada vencedora. “Meu plano era zerar e ser rápido o suficiente para estar no top três, e eu não poderia imaginar que iria ganhar.”

O Prince Royal Z MFS é um garanhão de Zangersheide de dez anos de idade (Prínce de Revel x Ramiro Z) que anteriormente saltou nos Jogos Olímpicos de 2016 com o uruguaio Nestor Nielsen Van Hoff antes de trocar de mãos a Muylaert este ano.

“Este é um cavalo novo para mim, eu o comprei há um mês e ele veio imediatamente para a temporada”, explicou Muylaert. “Esta é a primeira semana que lhe montei então estou muito feliz, ele é um cavalo muito bom e tenho muita confiança com ele, ele tem muito coração”.

O atleta (30) viajou para Wellington para competir no Festival Equestre de Inverno durante três anos, e dedicou sua vitória ao falecido Andrés (Chepito) Rodríguez da Venezuela, que faleceu tragicamente em 2016.

“Minha história em Wellington começou com um amigo muito bom, Chepito. Era como meu irmão,” reconheceu Muylaert . “Eu comecei a vir aqui com ele, e hoje, essa vitória é para ele porque eu estou aqui por causa dele. Tudo é para ele agora.

  • Compartilhe
  • <