Por Fora
das Pistas

Notícias

29 de agosto de 2018

Quarter Horse Clean Sport marca importante passo para o bem-estar animal

Promovida pelo Jockey Club de Sorocaba na última sexta, 24, palestra exaltou o bem-estar animal e oficializou a parceria com o Dr. Thomas Wolff – referência em veterinária equina no Brasil e no Exterior.

Cerca de 130 pessoas, entre criadores, proprietários, treinadores, veterinários, e estudantes de medicina veterinária participaram no dia 24 de agosto da Palestra “Quarter Horse Clean Sport – O bem-estar animal” no Jockey Club de Sorocaba. A palestra é uma iniciativa do Jockey para divulgar a importância das boas práticas em saúde animal e marca sua parceria com o Dr. Thomas Wolff, que será o responsável pelos procedimentos veterinários a serem implementados no hipódromo.

Abertura
Após o coquetel de recepção, o Sr. Mauro Eli Zaborowsky, Presidente do Jockey Club de Sorocaba, fez a abertura do evento apresentando as novidades que vem sendo implantadas na administração. Iniciou salientando o acerto das contas e uma série de medidas para a redução de custos nas corridas, a criação do Leilão JCS Mixed Sale que teve sua primeira edição em julho deste ano e será realizado anualmente na final do GP Potro do Futuro, incrementando a receita do Jockey Club.

Em seguida, falou sobre as benfeitorias realizadas em todo Jockey, como melhorias na pista, reforma do partidor de treinamento e vila hípica; além dos investimentos como a reforma elétrica e do projeto de readequação do hipódromo para a categoria “A”. Ressaltou a união da diretoria e as decisões colegiadas, e a criação do grupo “Futuros Líderes” – composto pelo jovens proprietários: Marcos Zaborowsky, Érico Braga, Ralph Terra, Izana Dalmolin, Pedro Barbizan, Daniel Aidar, Tiago Dollo e Mariana Jubran, que representam a renovação e futuro da diretoria.

Mauro ainda apontou o maior entrosamento do Jockey com a ABQM e aproveitou para apresentar uma novidade: a Associação irá adicionar R$ 100.000,00 à premiação do GP Potro do Futuro já a partir de 2019 – edição que agora fica com bolsa de R$ 500.000,00. O entrosamento é maior também com a AQHA, com o registro dos animais e campanhas na Associação Americana e a presença de criadores americanos nas corridas em Sorocaba.

Dentre as novidades nas corridas, estão as filmagens em HD e por drone, filmagem também das apresentações dos animais e enfrene, ambos com transmissão ao vivo pela internet. As apostas agora também podem ser feitas pelo WhatsApp, uma facilidade a mais aos turfistas. Ao final, o Presidente do Jockey falou sobre as ações de marketing, bem como toda comunicação feita pela internet e redes sociais, além da divulgação de resultados no Jornal do Turfe e na Revista Americana Track Magazine.

Dr. Thomas Wolff
Mauro então passou a palavra ao palestrante da tarde, o Dr Thomas Wolff, que trouxe mais novidades. Após breve apresentação de sua experiência profissional, o representante da Federação Equestre Internacional (FEI) no Brasil, comentou suas primeiras impressões do Jockey Club de Sorocaba, parabenizando a limpeza da vila hípica, organização geral do hipódromo, e o entusiasmo da diretoria em tornar o Jockey referência em saúde e bem-estar animal.

Iniciou a palestra explicando a importância das práticas saudáveis e o qual caminho a ser percorrido para se alcançar o bem-estar do principal “artista”: o cavalo. Segundo ele, a palavra-chave para que este caminho seja percorrido é: profissionalismo. E só com ele teremos animais competindo em igualdade de condições, para que sempre vença o melhor conjunto cavalo/jóquei.

Salientou a importância de se proteger o animal, e os clientes: proprietários e apostadores.

Segundo Wolff, a partir disso, pode-se criar um círculo virtuoso: a boa prática leva à maior credibilidade, que consequentemente, atrairá mais público, mais apostadores, mais investimentos ao Jockey e maior estímulo à criação.

Na sequência, falou sobre a implementação do Projeto Quarter Horse Clean Sport, que conta com o apoio de todos os proprietários do Jockey. São de ações de curto, médio e longo prazos. As de curto prazo, que já são viáveis, visam proteger os animais do Jockey, como o maior controle do fluxo de animais através de chipagem e documentação obrigatória, acompanhamento de entrada e saída, estabelecimento de horário da Vila Hípica, parceria com laboratório para exames, parceria com laboratórios de antidopagem nacional e internacional, análise periódica da água, além da construção de esterqueira.

Outros pontos, de médio prazo, são procedimentos de rotina, como a identificação e exame clínico dos animais inscritos nas corridas e também durante o paddock, controle de ferrageamento, reforma na cocheiras de isolamento, realização de endoscopias.

A longo prazo, o projeto conta ainda com ações de apoio, como a criação da Divisão Veterinária do Jockey Club de Sorocaba (DVJCS), implantação de plantão veterinário e ambulância durante o horário de funcionamento da raia, local apropriado para necropsia, redondel para doma, piscina e reforma das cocheiras do paddock.

Para a continuidade do projeto 100% antidoping, o Jockey Club de Sorocaba seguirá a mesma base da FEI de substâncias proibidas.

Com a mensagem: “nós, humanos racionais, temos o dever de preservar o plantel equino com as melhores práticas saudáveis”, Dr. Thomas finalizou sua apresentação, exaltando esta iniciativa do Jockey Club de Sorocaba como um belo trabalho de conscientização em que todos só tem a ganhar, beneficiando toda a comunidade quartista e os apaixonados pelo cavalo.

Fonte: Assessoria

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.