Por Fora
das Pistas

Notícias

Chico recebeu a visita do cavalo de estimação no dia do seu aniversário de 65 anos (Foto: Guacira Merlin/RBS TV)

13 de abril de 2017

Paciente ganha alta após receber visita de cavalo de estimação

Uma visita inusitada acelerou a recuperação de um paciente internado há quatro meses em um hospital de Porto Alegre. Francisco Carlos Ferreira Mena, mais conhecido como “Chico”, de 65 anos, teve a oportunidade de rever seu animal de estimação: um cavalo.

“Ele é ou não é lindo? Eu falei para vocês”, elogia o paciente, orgulhoso.

Funcionário público aposentado, ele teve o intestino perfurado, e o tratamento não estava saindo como o esperado. Os meses passados no leito do hospital pareciam uma eternidade para Chico. Apesar de tomar antibióticos e outros medicamentos, nenhuma melhora substancial era notada pelos médicos.

“Brigou com enfermeiro, brigava com técnico, com fisio, com fono, com os médicos, com todo mundo”, conta o médico cardiologista Daniel Souto Silveira.

Quando Chico ficou sabendo que outros pacientes estavam recebendo visitas de animais de estimação, logo pensou no seu. Entretanto, se deu conta de que um cavalo seria grande demais para entrar em um hospital.

“A gente sente saudade, né? Mas o que que vai fazer, né? Eu não posso botar ele aqui dentro. Se pudesse, ia ser uma maravilha”, reconhece Chico.

Diante da postura cabisbaixa do paciente, que já não levantava da cama, nem se esforçava para melhorar, os médicos decidiram promover o encontro.

Seguindo os cuidados necessários, o cavalo, de 17 anos e 500 quilos, passou por um bom banho, tomou as devidas vacinas e foi levado ao encontro de seu dono. No hospital, a entrada de ambulâncias foi desviada, e o animal ganhou até crachá.

“‘Momoso’, ‘momoso’ do pai”, dizia Chico, enquanto acariciava seu companheiro, que não via há meses.

O objetivo da equipe médica deu certo. “Do dia para a noite, era outro paciente”, comemora o cardiologista. Após receber a visita do animal no hospital, Chico ganhou alta e deixou o hospital na última nesta terça (11).

“Pacientes que passam por essa experiência, eles tendem a se recuperar mais rápido, a ter uma alta hospitalar mais rápida e com maior segurança. Até porque eles ficam muito motivados a voltar para casa, né?”, explica a psicóloga Marta Chaves.

E a visita improvável do bicho de estimação veio acompanhada de bolo, vela, e balões. Foi um presente, para comemorar o dia do aniversário de 65 anos de Chico. “Tudo o que eu não tinha antes renasceu, né?”, vibra Francisco.

Fonte: Por Guacira Merlin, RBS TV

  • Compartilhe
  • <