Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: reprodução internet

21 de maio de 2016

Os cuidados necessários para transportar cavalos em viagens

Com a aproximação das Classificatórias do Freio de Ouro, os competidores redobram a atenção com o transporte dos animais até o local da prova. A médica veterinária Laura Vitola deu dicas para realizar uma viagem segura.
Para dar início ao percurso, é interessante que o cavalo esteja treinado e acostumado com os processos de embarque. Quanto mais o animal souber o que está acontecendo na hora de entrar no caminhão, menos ele ficará estressado e, consequentemente, poupará energia.
“É legal treinar o animal antes, colocando-o dentro do caminhão e vestindo o protetor de viagem. Tudo para acostumá-lo e tornar este processo algo normal”, explica a médica veterinária.
Características técnicas
Em relação ao caminhão, é importante observar algumas especificações como lotação adequada, janela para ventilação e piso antiderrapante, já que o cavalo vai urinar dentro do veículo e poderá escorregar. Todos os cuidados são necessários para que não ocorra nenhuma lesão ou desidratação.
Laura Vitola explica que quando a viagem for muito longa, o ideal é fazer paradas de três em três horas para hidratar o animal e fazer a limpeza no caminhão, tirando o esterco e as demais sujeiras. “A recomendação é sempre viajar nas horas mais frescas do dia. Quanto mais longe for o destino, mais tempo será necessário para a total recuperação”.
Qualquer deslocamento, por menor que seja, gera estresse, esgotamento e desidratação. Então, para ajudar o cavalo a se preparar para a prova, a médica veterinária indica o uso de repositor eletrolítico para restituir o sódio, potássio, cálcio e magnésio do organismo. “Vale lembrar que esse repositor eletrolítico só funcionará bem se o cavalo estiver bebendo a quantidade de água adequada. Também é possível dar suplemento probiótico para melhorar o sistema gastro intestinal e evitar cólicas”, explica.
“Todos os cuidados são necessários quando o cavalo está chegando ao local de prova. Assim que estiver instalado, ele precisa ter um tempo de descanso até estar se alimentando corretamente e habituado ao local em que vai ficar”, finaliza a médica veterinária Laura Vitola.
Fonte: Hipismo Rural; Foto: Cavalo Atleta
  • Compartilhe
  • <