Por Fora
das Pistas

Notícias

Por onde andará a princesa Haya, que fugiu do marido e do Dubai?

4 de julho de 2019

O passado dramático da princesa Haya, que fugiu de uma vida de luxo e do Dubai

O mistério à volta do desaparecimento da princesa da Jordânia, Haya bint al-Hussein, uma das mulheres do emir do Dubai, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Rashid Maktoum, está a dar que falar.

A filha mais velha do rei Hussein não é vista desde o dia 20 de maio e agora especula-se que tenha pedido asilo na Alemanha ou que esteja no Reino Unido, indicando que o casamento com o líder do Dubai chegou ao fim.

Não é a primeira vez que a princesa enfrenta um momento dramático. Nascida em maio de 1974, Haya perdeu a mãe, Alia al-Hussein, quando tinha 3 anos, após um acidente de helicóptero. Para tentar consolá-la, o rei Hussein deu um potro de presente à filha, o que despertaria a paixão de Haya pelo hipismo.

A princesa dedicou-se à modalidade e ganhou a sua primeira medalha de bronze aos 18 anos, nos Jogos Panarábicos, tornando-se na primeira mulher a receber o prêmio e a primeira a representar a Jordânia, conta a ‘Vanity Fair’. Haya também competiu nos Jogos Olímpicos de Sidney em 2000 e em 2002 conheceu Mohammed bin Rashid Maktoum, em Jerez, Espanha. Foi quando começou a colocar de lado o desporto e já não competiu nas Olimpíadas de Atenas.

“O desporto ajuda as mulheres a fortalecer a sua identidade e construir uma personalidade forte. Também ensina disciplina, a serem competitivas e a jogar em equipa”, declarou numa entrevista.

Haya falava com frequência da cumplicidade que a unia ao marido. “É incrível entender-se com alguém sem a necessidade de falar”, comentou sobre os anos de namoro com o xeque.

Apesar das críticas à forma como as mulheres são tratadas no Dubai, Haya defendia o governo do seu marido, afirmando que existia “uma atmosfera para o empoderamento das mulheres”.

Mas em março do ano passado outro escândalo contradizia as palavras da princesa. Uma das filhas de Mohammed Maktoum, Latifa, de 34 anos, tentou fugir do Dubai por querer liberdade, disse num vídeo. A jovem revelou também ter sido presa e torturada durante trê anos. O plano, contudo, não saiu como esperava. O iate que fugia foi intercetado na Índia e Latifa foi obrigada a regressar ao Dubai. Atualmente tem uma conta de Instagram ativa em só são publicadas fotografias dos filhos, do marido e do pai.

Haya esteve sempre ligada a causas humanitárias, na luta pela erradicação da fome em programas da ONU. Também é conhecida por surgir em festas da aristocracia ao lado do marido. Um dos seus eventos anuais favoritos era a famosa corrida de cavalos de Royal Ascot, que decorreu na semana passada e a princesa faltou.

A imprensa internacional afirma que Haya fugiu com os dois filhos, Jalila, de 11 anos, e Zayed, de 7, e um valor em dinheiro, cerca de 35 milhões de euros. Casado com seis mulheres e com mais de 20 filhos, o emir do Dubai tem uma fortuna avaliada em quatro mil milhões de euros.

Fonte: .flash.pt

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.