Por Fora
das Pistas

Notícias

42° CAMPEONATO NACIONAL Evento tem entrada gratuita; expectativa é que mais de 5 mil pessoas passem por dia no recinto Clibas de Almeida Prado/ Divulgação

25 de julho de 2019

O maior campeonato da história da ABQM está em pleno vapor

O 42º Campeonato Nacional da raça Quarto de Milha está sendo realizado entre os dias 20 a 28 de julho, promovido pela ABQM (Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha), no Parque Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba.

Esta edição está sendo considerada a maior da história devido aos números já consolidados. São quase 9 mil inscrições realizadas nas 18 modalidades que serão disputadas. Durante entrevista coletiva concedida à imprensa na quarta-feira (17), a ABQM, junto à diretoria do Siran e o prefeito Dilador Borges (PSDB), expôs as expectativas e importância do evento, além de explicar um pouco mais como acontecerá o campeonato, já que o evento é novidade na região e está sendo realizado pela primeira vez no que hoje é considerado o complexo equestre mais moderno e tecnológico da América Latina.

O presidente do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), Fábio Brancato, comentou que no dia 22 de julho aconteceu a inauguração oficial do maior centro equestre da América Latina. “Araçatuba e região conhecerão e participarão de um evento grandioso, até mesmo em nível internacional”, contou. O evento é considerado o segundo maior do mundo, ficando atrás somente do centro equestre dos Estados Unidos, que fica localizado na cidade de Oklahoma.

Segundo o superindente da ABQM, Sergio Ricardo, o evento bateu recorde de inscrições e, também, de animais inscritos: serão 2,5 mil cavalos competindo nas modalidades durante os 9 dias de evento. Como muitos dos competidores trazem seus animais em trailers ou caminhões, são esperados 800 chegando em Araçatuba nos próximos dias. Para que as competições da ABQM pudessem ocorrer com segurança na cidade, a associação firmou parceria com o Siran por um período de 10 anos, quando acontecerão em Araçatuba os três maiores eventos da entidade (Congresso, Campeonato Nacional e Copa dos Campeões, Potro do Futuro e Derby), todos no complexo equestre do recinto Clibas de Almeida Prado.

LEILÕES

“Nesses 9 dias de eventos, teremos também 9 leilões da melhor qualidade. Os maiores criatórios estarão presentes aqui”, explicou Brancato. Os leilões acontecem no período da tarde ou noite e o primeiro a ser realizado será o Leilão Colorado Ranch e Talisman Ranch, no dia 20, a partir das 19h, com entrada somente para convidados. Segundo Fernando Latufe, do Talisman Ranch, serão ofertados 43 lotes de equinos Quarto de Milha, de linhagem de trabalho. Em 2018, o faturamento do leilão foi de R$ 1,8 milhão, praticamente, com uma média de venda de R$ 54,4 por lote.

Foram comercializados 33 lotes. A expectativa de faturamento para este ano em todos os leilões que serão realizados no campeonato é de R$ 25 milhões. “A expectativa é de que o leilão cresça esse ano entre 20% e 30% nos resultados finais, como faturamento total e média de preços por animais”, explica Latufe, que além de criador, também é competidor na modalidade de Apartação. Para os interessados, os animais estarão no recinto a partir de sexta feira, dia 19, para visitação.

“No sábado, a partir das 12h, haverá a apresentação dos animais e uma apresentação de música country com Erik Bleslau”, finaliza Latufe.

NA ATIVA

Ex-presidente da ABQM e candidato à presidência nas próximas eleições, José Macário Perez Pria, 78 anos, de Araçatuba, um dos grandes incentivadores da vinda das competições para a cidade, ainda compete na modalidade de Apartação. Para ele, poder competir ainda é uma emoção muito grande. “O evento é muito importante pra mim. Fui presidente da ABQM de 87 a 89 e, se eu ganhar as eleições, será muito bom, porque tenho diversas ideias para melhorar nossa associação”, explicou Macário. Ele disse ainda que a idade dele não o impede de competir e que a experiência na área é um essencial. “Eu não me sinto velho, eu faço muita coisa que esses meninos de 40 não fazem. A expectativa para o evento é monstruosa para mim”, acrescenta.

RECORDE

Diretor do Siran, João Mário Geralde também é competidor na modalidade de Ranch Sorting e acredita que esse é um dos maiores eventos da ABQM. “Quebrou recorde de patrocinadores, de lojistas e de inscrições. É impressionante”, disse. Geralde compete desde 2009 e se apaixonou pela modalidade que escolheu. “A idade não atrapalha, não precisa de muito preparo físico, homens e mulheres podem competir”, explicou. Todas as idades podem competir, inclusive, com algumas limitações impostas pelas regras, como, por exemplo, o fato de jovens menores de 15 anos não poderem montar em garanhões. De maneira geral, como são várias categorias, todos correm. “Há algumas categorias separadas para pessoas acima de 40 anos, acima de 50, outras para jovens abaixo dos 18 anos, Feminina”, conta.

O Ranch Sorting quase não oferece risco porque não há muita impressão de velocidade no cavalo. “Nós viramos muito rápido, mas não imprime muita velocidade”, explica. João Mario também se sente honrado em ter participado da organização e construção das pistas como diretor do Siran. Para ele, este evento será capaz de revolucionar a cidade. “São três eventos por ano e cada evento deve colocar pelo menos R$ 7 milhões na cidade. Comércio, hotéis e a gastronomia são ambientes que serão beneficiados de certa forma”, disse.

MODALIDADES

São, no total, 23 as modalidades em que compete o cavalo Quarto de Milha. Destas, 18 acontecem no Campeonato Nacional que começa no próximo sábado. Três Tambores, Seis Balizas, Cinco Tambores, Maneabilidade e Velocidade, Rédeas, Working Cow Horse, Western Pleasure, Ranch Sorting, Team Penning, Apartação, Laço em Dupla, Laço Individual, Laço de Cabeça Técnico, Laço de Pé Técnico, Laço Individual Técnico, Breakaway Roping, Conformação, Performance Halter são as modalidades que acontecem em Araçatuba. As provas de trabalho mostram a aptidão da raça na lida com o boi e tiveram origem na lida diária nas fazendas. Já as provas de velocidade mostram a grande capacidade do Quarto de Milha em percorrer curtas distâncias com muita velocidade. As provas de conformação e halter ajudam a preservar os padrões da raça e avaliam a beleza, aprumos e características dos animais. Com início por volta de 8h, todas as provas acabam até às 20h, dependendo do número de inscritos na modalidade.

Durante os nove dias de competição, serão distribuídos R$ 1,38 milhão em premiação em dinheiro. Além disso, há mais de mil troféus, 420 fivelas e 420 capas personalizadas para cavalos. Nas categorias mirim e infantil, todos os participantes recebem medalhas como forma de incentivo. As provas serão julgadas por juízes especializados da Associação, sendo três deles dos Estados Unidos, da AQHA (Associação Americana do Cavalo Quarto de Milha). A raça tem sua origem nos Estados Unidos, assim, a vinda de juízes internacionais é essencial para treinar juízes e competidores brasileiros, melhorando sempre a qualidade técnica das competições. “É uma maneira de garantir que ganhe o melhor e mais bem preparado tecnicamente”, afirmou Daniel Costardi, consultor da ABQM. Os juízes, além de julgar as provas cronometradas, também são os responsáveis por atribuir notas às provas técnicas de laço, Apartação, Rédeas, Western Pleasure e Working Cow Horse.

Fonte: folhadaregiao

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.