Por Fora
das Pistas

Acontece

Pódio do GP Clássico Baume & Mercier,(Foto: João Markun)

5 de setembro de 2016

O hexa de José Roberto Reynoso Filho no aniversário santamarense

Foram cinco dias de programação intensa dentro e fora das pistas. Centenas de competidores de todo o Brasil, além de convidados estrangeiros, de mini-mirins a olímpicos, se distribuíram em 37 provas, de 1.00m a 1.45m do Concurso de Salto Nacional (CSN3*). O momento mais esperado foi o GP/Clássico Baume & Mercier, a 1.45m, que encerrou o evento na tarde de domingo, 4/9, reunindo 64 conjuntos.

José Roberto Reynoso Filho/Azrael W Sanol Dog Protécnica: vitória no GP/Clássico Baume & Mercier e a conquista do hexa no evento comemorativo do aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro (Foto: João Markun)

José Roberto Reynoso Filho/Azrael W Sanol Dog Protécnica: vitória no GP/Clássico Baume & Mercier e a conquista do hexa no evento comemorativo do aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro (Foto: João Markun)

Desse total, os melhores 25% – totalizando 16 conjuntos – habilitaram-se ao desempate. No percurso desenhado pelo brasileiro Anderson Lima, course-designer internacional radicado no México, o cronômetro definiu o pódio, e quem levou a melhor foi o representante do CHSA José Roberto Reynoso Fernandez Fº que no dorso de Azael W Sanol Dog Protécnica cravou 39s79, levando a plateia santamarense ao delírio. Cavaleiro olímpico e atual líder do ranking brasileiro sêni or top, Zé Roberto faturou um relógio Baume & Mercier no valor de R$ 25 mil além de outros R$ 18.000,00 em espécie do total de R$ 60 mil da premiação do GP.

Zé Roberto garantiu o hexacampeonato em GPs e Derbys comemorativos do Aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro. Em 2001 e 2002 (anos em que não teve GP), ele venceu os Derbys montando Casco Z. Já em 2016, 2013 e 2015 foi campeão do GP montando, respectivamente, Long Neck, Landritter do Feroleto e Azrael W. “Ganhar dentro de casa e na frente da nossa torcida é a melhor coisa”, comemorou o cavaleiro de 36 anos. “Agora meu próximo desafio é manter a liderança do Brasileiro Sênior Top e brigar pelo bi consecutivo”, planeja.

A faixa de vice-campeão do GP/Clássico Baume & Mercier ficou com outro top paulista, Bartholomeu Bueno de Miranda, o Totty, que montando Qonfidence parecia imbatível na liderança com percurso zerado no tempo de 41s12 até Zé Roberto, último em pista, entrar para vencer.

Em 3º lugar se posicionou o sempre competitivo carioca Tiago Mesquita apresentando Baptista que zerou em 41s58s. Classificaram-se na sequencia: Fábio Sarti/Destiny (42s00 – 0) em 4º; Alberto Bento Sinimbu/Sharapova MC (43s24 – 0) em 5º, e em 6º lugar o brasiliense Thiago Rhavy de Sá e Silva/Pomerola TW (43s98 – 0).

Para o anfitrião William Almeida, presidente do CHSA, a missão foi cumprida. “Agradeço a todos pela presença e também especialmente aos nossos patrocinadores. Foi um final de semana perfeito. Daqui a duas semanas, vamos receber o Paulista de Amazonas e ainda temos três etapas da nossa Copa Santo Amaro de Salto que está cada vez mais concorrida e batendo recorde de participação da cada etapa”, finalizou.

Patrocinaram o CSN3* 81º Aniversário do CHSA a Audi Sorana, Baume & Mercier, OCQ, Sanol Dog, Sheraton, Vanessa Quintiliano e WTC Events Center.

Fonte: CHSA

  • Compartilhe
  • <