Por Fora
das Pistas

Notícias

foto: FEI

7 de dezembro de 2019

NRHA e FEI chegam a um novo acordo para o bem da modalidade Rédeas

Após mais de 20 anos de cooperação, fato que proporcionou alguns dos melhores momentos dos esportes equestres e da Rédeas, o NRHA e a FEI chegaram a um novo acordo.

Com a finalidade de regularizar sua situação para os Jogos Equestres Mundiais, a National Reining Horse Association ficou feliz em anunciar que conseguiu se entender com a Federação Equestre Internacional.

Durante sua Assembléia Geral, que foi realizada em Moscou em 19 de novembro, a FEI aprovou por unanimidade o novo acordo com a NRHA. “Foi uma verdadeira força-tarefa para que tudo desse certo”, afirma o presidente da NRHA, Mike Hancock.

“Estou muito orgulhoso de todos dentro da Associação que trabalharam sem cansar junto aos funcionários da FEI para chegar a um Memorando de Entendimento – Memorandum of Understanding (MOU)”.

Conforme as palavras do presidente, todos se concentraram na maior missão que é promover a Rédeas e os cavalos da modalidade. “Embora cada organização tenha necessidades diferentes, fomos capazes de atender a essas necessidades e concordar com um caminho a seguir”.

O novo acordo entre NRHA e FEI ficou mais claro e compreensível para as duas partes. Acima de tudo, preserva o progresso realizado nas últimas duas décadas. Ademais, fornece um meio para desenvolver ainda mais as competições conjuntas.

Os detalhes sobre o acordo e seu potencial impacto serão comunicados diretamente em um futuro próximo à medida que os planos de implementação forem finalizados. A NRHA espera aumentar a Rédeas ao lado da FEI e de suas afiliadas em todo o mundo.
Entenda

O cancelamento passou a valer a partir de 19 de novembro do ano passado, desde que o anúncio havia sido feito três dias antes no Bahrein. O acordo de cooperação entre a NRHA e a FEI era de 2014 e servia, principalmente, para oficializar as provas de Rédeas como Jogos Equestres Mundiais.

E ainda um pequeno número de outras provas, principalmente na Europa. Outro fator importante do 2014 Cooperation Agreement era ajustar as aparições da Rédeas nos Jogos Olímpicos.

A FEI alegou, na época, que tanto a NRHA como a AQHA descumpriram as regras, especialmente no que tangia ao antidoping. Não somente sobre medicamentos, mas também algumas questões nas categorias para cavalos de sete anos ou mais e ainda sobre os stewards (secretários de prova).

Fonte: NRHA e Cavallus

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.