Por Fora
das Pistas

Notícias

O cavaleiro Ian Millar ainda não faz planos para se aposentar; Foto: Jamie Squire/ Getty Images

11 de novembro de 2015

No Rio 2016, cavaleiro canadense deve disputar Olimpíadas pela 11ª vez

Ian Millar fez a sua estreia nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972; desde então, ele compareceu a todas as edições do evento,exceto nas Olimpíadas de Moscou 1980

Ao conquistar a medalha de ouro por equipes nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, o Canadá assegurou sua vaga no hipismo nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e, mais do que isso, abriu a possibilidade para que o recordista de participações em Olimpíadas dispute o evento pela décima primeira vez.

Por causa de sua longevidade, Ian Millar é conhecido em seu país como “Capitão Canadá”. O cavaleiro estreou em Jogos Olímpicos em Munique 1972, aos 25 anos, e desde então só ficou fora de Moscou 1980, devido ao boicote canadense às Olimpíadas. Se confirmada a sua presença em 2016, ele estará com 69 anos, podendo vir a ser também o atleta mais velho desta edição.

Ao contrário do que muitos podem pensar, Millar tem apresentado evolução ao longo dos anos. Sua única medalha olímpica, por exemplo, veio em Pequim 2008, quando conquistou a prata por equipes. Já em Londres 2012, obteve seu melhor resultado na disputa individual, terminando na nona posição.

Dentre tantas passagens marcantes em Jogos Olímpicos, uma das mais lembradas pelos canadenses foi a de Sydney 2000, quando ele se superou e chegou a competir com a mão fraturada.

Além da expectativa pela participação no Rio 2016, Millar espera poder realizar outro sonho no Brasil: ter a honra de carregar a bandeira canadense na cerimônia de abertura, experiência vivida somente nos Jogos Pan-americanos Winnipeg 1999

Fonte: Sportv – Rio de Janeiro

  • Compartilhe
  • <