Por Fora
das Pistas

Notícias

João Victor Marcari Oliva/Signo dos Pinhais: (Foto: Rui Pedro Godinho/Divulgação)

2 de julho de 2016

Na Áustria, atletas brasileiros registram índices olímpicos

Montando cavalos Lusitanos, os atletas brasileiros estrearam no mais importante CDI4* austríaco no Grand Prix – prova válida como observatória – alcançando o índice mínimo de 64% estabelecido pela Federação Equestre Internacional (FEI).

O melhor desempenho foi de João Victor Marcari Oliva/Signo dos Pinhais que na média final das notas atribuídas pelos juízes foi de 67.320%. É o quarto índice do conjunto do Ilha Verde Team. Cavaleiro do Clube Hípico de Santo Amaro, João Victor soma um total de 18 índices com suas três montarias.

Os quatro irmãos Tavares de Almeida, do Rocas do Vouga Team e atletas da Sociedade Hípica Paulista também garantiram mais índices na Áustria.

Abrindo a participação brasileira no Grand Prix, Thaisa montando Aoleo alcançou 65.160%, sendo o terceiro índice do conjunto e da atleta.

Manuel Neto com Viheste registrou 64.080%, o sexto índice do conjunto de um total de oito do atleta.

Luiza montando Vendaval 4 terminou sua apresentação com 64.660% de média final, sendo esse o oitavo índice do conjunto de um total de nove índices da atleta.

Pedro com Xaparro do Vouga fechou a apresentação do Brasil no GP com 66.060% de média, sétimo índice do conjunto e 11º do total de índices do atleta.

Participaram do Grand Prix 26 conjuntos de 12 países e a campeã da prova foi a alemã Isabell Werth/Emílio 107 com média final de 78.960%. Pentacampeã olímpica, Werth tem acompanhado e orientado a amazona Luiza Tavares de Almeida.

Os atletas brasileiros voltam a competir no domingo (3) a partir das 09h00 (04h00 no Brasil) no Grand Prix Special.

Fonte: Rute Araújo

  • Compartilhe
  • <