Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: Reprodução facebook: Barnbougle Polo

11 de fevereiro de 2018

Mistério envolve a morte de 16 cavalos de polo após a viagem à Tasmânia

A morte de 16 cavalos depois de uma viagem à Tasmânia para competir em um torneio de polo está sendo investigada pela Autoridade Australiana de Segurança Marítima (AMSA).

Os cavalos, do clube Willo Polo em Nova Gales do Sul, viajaram para a Tasmânia para competir em um evento no clube Barnbougle Polo em 20 de janeiro.

Um porta-voz da AMSA confirmou que o caminhão que transportava os cavalos completou a viagem de volta em Bass Strait em 28 de janeiro, chegando a Melbourne no dia seguinte.

“O Departamento de Indústrias Primárias, Parques, Água e Ambiente (DPIPWE) está agora investigando este incidente. A AMSA ajudará onde for necessário”, disse AMSA em um comunicado.

“Enquanto as investigações continuam, neste momento a AMSA está convencida de que o navio parece ter cumprido os requisitos da AMSA relativos ao transporte de gado. Um inspetor da AMSA participou da embarcação na terça 30 de janeiro”.

Não está claro em que ponto na viagem de regresso a NSW foram relatadas as mortes.
O operador das balsas, TT Line, disse que não podiam comentar enquanto a investigação estava em andamento.

Um representante do clube Willo Polo disse que o assunto estava “nas mãos das autoridades” e se recusou a dar outros detalhes, além de dizer que o clube está “esperando que descubram como aconteceu”.

O clube Barnbougle Polo, no nordeste da Tasmânia, foi contactado para comentar. Em uma declaração, DPIPWE confirmou uma investigação sobre as mortes estava em andamento.

“A Tasmânia está sendo assistida por outras jurisdições, como os principais veterinários em Victoria e New South Wales”, diz o comunicado.

“De acordo com a prática padrão, nenhum outro detalhe será divulgado, pois esta é uma investigação em andamento”.

O primeiro-ministro da Tasmânia, Will Hodgman, disse que ainda não foi informado sobre as mortes.

“Nossa esperança é que o assunto seja investigado de forma eficiente e eficaz, e o mais rápido possível, mas isso deve acontecer para entender o que é a causa de uma situação trágica”, disse ele.

Fonte: .abc.net

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.