Por Fora
das Pistas

Notícias

21 de maio de 2015

Maxime Livio apela contra suspensão de 6 meses por Doping

O cavaleiro francês de Concurso Completo (CCE), Maxime Livio apelou ao Tribunal Arbitral do Desporto contra a duração da sua suspensão de 6 meses depois do seu cavalo Qalao Des Mers ter testado positivo para A.C.P. na jornada de Dressage (29/08) nos Jogos Equestres Mundiais na Normandia.

O mês passado a equipe francesa de CCE foi desclassificada – significando que perderam a sua qualificação olímpica devido a este resultado positivo. A suspensão de 6 meses foi iniciada a 7 de Maio de 2015. A multa correspondente a SFR 2.500 (€2.400) e condenado ao pagamento das custas do processo judicial.

Maxime Livio contesta o tempo de suspensão alegando o seu não envolvimento neste teste positivo. Alega também que os níveis de ACP detectados, não são consistentes com a concentração normalmente utilizada para promover o efeito calmante. Alega também que existiu a possibilidade de sabotagem e que há pessoas que têm inveja do seu sucesso.

Porém, o Tribunal da FEI afirma que Livio é inconsistente ao argumentar que não podia entrar durante a noite nas boxes dos JEM devido à segurança enquanto alegando que uma pessoa desconhecida o conseguiu fazer.

O Tribunal disse que: “Na ausência de qualquer outra explicação, o Tribunal considera que a pessoa responsável não explicou como é que o ACP se encontrava no organismo do cavalo.”

Fonte e foto: Equisport

  • Compartilhe
  • <