Por Fora
das Pistas

Notícias

26 de setembro de 2016

Rédeas de Ouro consolida-se como um dos maiores eventos da modalidade no país

Mais do que o sucesso total na realização de outro grande evento, a quarta edição do Rédeas de Ouro – disputa que reúne as principais provas da modalidade exclusivamente para animais da raça Crioula – consolidou a competição no calendário da rédeas nacional e mostrou novamente o potencial e versatilidade do cavalo Crioulo. Realizado entre os dias 22 e 25 de setembro no Haras Raphaela, em Porto Feliz (SP), o evento distribuiu um total de R$ 150 mil em premiação.

Os primeiros a entrar em pista, na manhã do dia 23, foram os conjuntos das categorias Principiante Aberto e Snaffle Bit que apresentaram o percurso cinco. Na primeira categoria, o melhor desempenho foi da égua Intriga da Caraça, montada por Valber Pontes Amorim. O conjunto superou os demais concorrentes marcando a nota 207. Em segundo lugar ficou Lorenza Giacomitti com JQ Etrusco e em terceiro Jonathan Bertoche com Guaycuru Heticeira, com 205,5 e 203,5.

Já no Snaffle Bit, categoria disputada somente entre animais inéditos na temporada, o grande vencedor foi Gilson Diniz Filho com Uva Branca do Trinta E Oito. Diniz Filho assumiu as rédeas de Uva Branca em substituição ao amigo Antônio Correa que sofreu um acidente durante o treinamento e não pode competir. O conjunto encerrou a sua apresentação do percurso 5 com a nota 209 e superou o segundo lugar, Welington Jesus Teixeira montando JNF Pintado, e o terceiro Edvaldo Goncalves montando Faceira do Trompaço.

Na mesma data, durante a noite, a pista do Haras Raphaela foi palco de uma disputa acirrada que emocionou o público presente na arquibancada do recinto. Na decisão do Potro do Futuro na categoria aberta, o primeiro lugar ficou com Marcos Rodrigues Alves que alcançou a nota 217,5 montando Talento do Trinta e Oito, animal que recentemente obteve destaque por vencer a categoria amador do Potro do Futuro da Associação Nacional do Cavalo de Rédeas (ANCR), montado por Luís Omar Barboza, proprietário do animal junto da esposa Márcia Ribeiro.

Para Alves, o resultado foi uma surpresa. “Sabia que poderia ir bem pois conheço bem o cavalo, mas não esperava vencer. Tinha outros competidores de grande qualidade na pista e acho que ganhamos por errar menos que os demais”, diz. Já Luís Omar, credita o desempenho do conjunto ao potencial do animal somado à parceria com o cavaleiro. “Ele é um cavalo que passa muita segurança. Ainda precisamos curar bem uma pequena lesão que ele tem nas mãos e, estando cada vez mais entrosado com o Marcos, poderá render ainda mais”.

Talento do Trinta e Oito é filho do também campeão do Potro do Futuro, Duque do Caajara, e mostrou que herdou as virtudes funcionais do pai. O conjunto foi o penúltimo a entrar em pista e superou o até então líder, Roberto Jou montando Craque Marca dos Santos, que ficaram na segunda colocação com a nota 217. Em terceiro ficaram Gilson Diniz Filho montando Tarado do Trinta e Oito.

Na tarde de sábado, dia 24, foi o momento de destacar os animais com a melhor conformação da prova. No julgamento dos animais, o técnico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) Gustavo Arhanitsch optou por elencar duas fêmeas e um macho como os melhores animais. Pampeana do Recanto Crioulo, Princesa do Recanto Crioulo e Hijo Del Matador da Reservada foram os premiados com o Selo de Raça.

Ainda no dia 24, após a abertura oficial do evento, foi a vez de acompanhar o desempenho dos conjuntos que disputaram a categoria aberto do Campeonato Nacional. Em uma disputa emocionante, sob os aplausos de excelente público, o melhor desempenho no percurso 10 foi do cavaleiro Roberto Jou montando o cavalo Craque Marca dos Santos. Craque, filho do também vencedor do Potro do Futuro Joio do Infinito, é outro animal que obteve importante resultado na prova da ANCR ao vencer a categoria aberta no nível 3, alcançou 218 pontos. A pontuação foi suficiente para superar em meio ponto o segundo colocado, Tarado do Trinta e Oito montado por Gilson Diniz Filho. A terceira posição também foi de Roberto Jou, porém montando F5 Licurgo Tapajós.

Na avaliação de Renato Martins, proprietário de Craque Marca dos Santos, o mérito da conquista foi da preparação do animal e da afinidade com o cavaleiro. “Ele já veio para nós bem preparado e tivemos a felicidade de fechar uma boa parceria com o Roberto”, analisa. Jou reforça as palavras de Martins e acrescenta a felicidade em conquistar mais um título. “Sou um apaixonado pela raça e estar aqui, junto de amigos, e conseguir esse resultado é muito importante. Só desejo que no ano que vem tudo isso se repita e possamos estar novamente em outro grande evento da raça Crioula”.

No domingo, foi a vez dos amadores – nas categorias Iniciante, Principiante, Potro do Futuro e Campeonato Nacional – assumirem a pista. A decisão da categoria Iniciante Amador abriu o dia de provas. Na categoria, o melhor desempenho foi de Octavio Cipolla Lunardini montando Silencio da Quinta, que alcançaram a nota 205,5. Na segunda posição ficaram, empatados, Karleone Vilaça de Oliveira montando Cantador da Quinta e Thalita Goulart Limieri de Lima montando Ametista do Areal.

Já na divisão Principiante Amador, o grande vencedor foi Rafael Luvizotto Amatuzi que ficou na primeira posição com Moleque do Ouriço e também em segundo lugar com
Mangrulho da Charqueada-TE. Na terceira colocação ficou Gustavo Magalhaes Reis montando Pampa Gaúcho Vereda Grande com a nota 202,5.

Entre os competidores do Potro do Futuro e do Campeonato Nacional das categorias amadores, os três melhores colocados se repetiram. Formaram o pódio dos dois torneios os conjuntos na seguinte ordem: Nathalia Schutz montando Triunfo do Trinta e Oito, Luis Omar Barboza com Talento do Trinta e Oito e, empatados na terceira colocação, Nathalia Schutz e Tarado do Trinta e Oito e Cássio Menarim e Honduras da Roraima.

Hiram Resende, Leonardo Feitosa, Fabrício Suris, Paulo Koury e Ricardo Heyman foram os jurados, auxiliados pelos scrybers Renata Fernandes, Ederson Machado, Dagoberto Menezes, Gustavo Araújo e Caterine Ferrasoli. Marcos Antônio Junior foi o juiz de equipamentos, e o técnico credenciado à ABCCC, Gustavo Arhanitsch, é o responsável pela supervisão do evento. O Rédeas de Ouro 2016 conta com o patrocínio de Vetnil e Supra.

Confira os resultados

Potro do Futuro Aberto

1º Lugar
Marcos Rodrigues Alves montando Talento do Trinta E Oito
Nota: 217,5

2º Lugar
Roberto Jou montando Craque Marca dos Santos
Nota: 217

3º Lugar
Gilson Diniz Filho montando Tarado do Trinta e Oito
Nota: 216,5

Campeonato Nacional Aberto

1º Lugar
Roberto Jou montando Craque Marca dos Santos
Nota: 218

2º Lugar
Gilson Diniz Filho montando Tarado do Trinta e Oito
Nota: 217,5

3º Lugar
Roberto Jou montando F5 Licurgo Tapajós
Nota: 217

Principiante Aberto

1º Lugar
Valber Pontes Amorim montando Intriga do Caraça
Nota: 207

2º Lugar
Lorenza Joffily Giacomitti montando JQ Etrusco
Nota: 205,5

3º Lugar
Jonathan Bertoche montando Guaycuru Heticeira
Nota: 203,5

Snaffle Bit

1º Lugar
Gilson Diniz Filho montando Uva Branca do Trinta E Oito
Nota: 209

2º Lugar
Welington Jesus Teixeira montando JNF Pintado
Nota: 208,5

3º Lugar
Edvaldo Goncalves montando Faceira do Trompaço
Nota: 205,5

Iniciante Amador

1º Lugar
Octavio Cipolla Lunardini montando Silencio da Quinta
Nota: 205,5

2º Lugar
Karleone Vilaça de Oliveira montando Cantador da Quinta
Nota: 202,5

2º Lugar
Thalita Goulart Limieri de Lima montando Ametista do Areal
Nota: 202,5

Principiante Amador

1º Lugar
Rafael Luvizotto Amatuzi montando Moleque do Ouriço
Nota: 206

2º Lugar
Rafael Luvizotto Amatuzi montando Mangrulho da Charqueada-TE
Nota: 205

3º Lugar
Gustavo Magalhaes Reis montando Pampa Gaúcho Vereda Grande
Nota: 202,5

Potro do Futuro Amador

1º Lugar
Nathalia Schutz montando Triunfo do Trinta e Oito
Nota: 208,5

2º Lugar
Luis Omar Barboza com Talento do Trinta e Oito
Nota: 208

3º Lugar
Nathalia Schutz e Tarado do Trinta e Oito
Nota: 207,5

3º Lugar
Cássio Menarim e Honduras da Roraima
Nota: 207,5

Campeonato Nacional Amador

1º Lugar
Nathália Schutz montando Triunfo do Trinta e Oito
Nota: 208,5

2º Lugar
Luis Omar Barboza com Talento do Trinta e Oito
Nota: 208

3º Lugar
Nathalia Schutz e Tarado do Trinta e Oito
Nota: 207,5

3º Lugar
Cássio Menarim e Honduras da Roraima
Nota: 207,5

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação; Texto: Douglas Saraiva/ABCCC

  • Compartilhe
  • <