Por Fora
das Pistas

Notícias

11 de março de 2015

Mapa e Comitê Olímpico definem regras de entrada de animais nos Jogos Rio 2016

Os cavalos que competirão nos Jogos Olímpicos Rio 2016 desembarcarão exclusivamente no Aeroporto Antônio Carlos Jobim (Galeão), do Rio de Janeiro, em voos fretados especificamente para esse fim. Ao desembarcar, os representantes das delegações apresentarão os documentos de trânsito internacional e as comprovações sanitárias dos cavalos. Além disso, os animais deverão ter microchips com todos os seus dados de identificação.

Com toda documentação checada, os animais seguirão, acompanhados do serviço veterinário oficial do Mapa e de um comboio da Polícia Federal, até o Centro Olímpico de Hipismo do Complexo Esportivo de Deodoro, na capital fluminense, onde serão realizadas as competições hípicas.

A decisão foi tomada em reunião entre o Departamento de Sanidade Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), representantes do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, da Autoridade Pública Olímpica (APO), do Ministério da Defesa, do Exército e da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), nesta semana, em Brasília.

“O mais importante é que conseguimos flexibilizar as regras, dar mais celeridade ao processo, sem arriscar em nenhuma instância a segurança sanitária do país”, disse o fiscal federal agropecuário do Mapa, André Pereira Bompet.

As regras são específicas para os animais que competirão nas Olimpíadas de 2016 e vem sendo debatidas desde 2014 e já tem aprovação da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Fonte: Ministério da Agricultura – Assessoria de Comunicação Social ; Lucas Lyra

  • Compartilhe
  • <