Por Fora
das Pistas

Notícias

Malu e MC Maquina Voadora; foto: arquivo da amazona

12 de novembro de 2015

Mais um grande atleta eternizado na memória do hipismo nacional MC Máquina Voadora

Despede-se do cenário hípico nacional, o pequeno grande cavalo de apenas 1,57m de altura e uma personalidade ímpar, de determinação, coragem, garra, muito rápido e esperto, detestava esbarrar em obstáculos, um craque que ficará na memória do hipismo nacional, o “MC Máquina Voadora” de 23 anos de idade.

Filho de MC Grilo ( vencedor de diversos GPS, Campeão Americano e por diversas vezes integrou na equipe do Brasil). MC Máquina Voadora nasceu em Goiás, através do criatório de Marcelo Malzone, a Malzone Coudelaria. Seu nome foi dado pelo seu criador, Marcelo Malzone ao vê-lo saltar um obstáculo duplo pela primeira vez.

Passou pela condução de estrelas do cenário hípico nacional, tais como: o cavaleiro Dalton Maia, quando era bem novo, Renato Junqueira Arantes, Felipe Juares de Lima, Eric Zorzetto, Rodrigo Ulmann Lima e Maria Luisa Malzone.

Durante toda a sua trajetória esportiva manteve seu temperamento ativo e feliz, corcoveava todos os dias na hora de ser montado. Entre inúmeras vitórias ao longo de sua vida esportiva, podemos destacar: Mini-GP do CSI (RJ) com Felipe Juares de Lima em 2005 e o Festival Hípico Noturno em Porto Alegre.

Em 2006 conquistou diversas provas de velocidade com obstáculos acima de 1,40m de altura e o Grande Prêmio Agromen na condução do cavaleiro Eric Zorzetto, além de ter integrado a equipe brasileira nos Jogos ODESUR na Argentina. Também com Zorzetto foi vencedor do ranking da Confederação Brasileira de Hipismo, pela categoria Sênior Top e vencedor da prova de Seis Barras, por diversas vezes fez dobradinha com o cavalo MC Grafite.

O cavaleiro carioca, Rodrigo Ulmann Lima usufruiu deste sensacional atleta  em 2007 e, a partir daí, serviu a sela de Malu Malzone com enorme êxito.  Em 2011 durante o CSI- W The Best Jump, sofreu a ruptura de tendão, mas com sua força de vontade e determinação e um ano de tratamento e fisioterapia, surpreendeu a todos e voltou a saltar.

Ainda deu grandes alegrias para a sua amazona e proprietária, Malu Malzone em diferentes arenas do contexto hípico nacional até seus 20 de idade, quando Malu resolveu aposentá-lo merecidamente. Desde então, MC Máquina Voadora passou a dormir em cocheira e passava o dia pastando em piquetes na companhia de outros cavalos.
.

As cortinas se fecharam, a luz se apagou e o show terminou, MC Máquina Voadora se foi, deixando saudades e uma doce e eterna lembrança das grandes alegrias conquistadas e, a gratidão de todos seus condutores no decorrer de sua vida esportiva.

“Muito obrigada meu amigo e companheiro por todas as alegrias e, principalmente lições deixadas na difícil vida competitiva do esporte hípico” – Malu Malzone

Fonte: SKS

  • Compartilhe
  • <