Por Fora
das Pistas

Notícias

22 de dezembro de 2016

Leilões da raça Quarto de Milha movimentaram mais de R$ 232 milhões em 2016

Desafiando a crise econômica e os efeitos causados por ela na criação de cavalos, a raça Quarto de Milha fechou 2016 solidificada. No ano, até 30/11, foram realizados 199 leilões, sendo 117 presenciais e 82 virtuais, com faturamento superior a R$ 232,2 milhões. Os números foram apurados seguindo as planilhas de vendas enviadas pelas leiloeiras que organização os pregões da raça em todo o território nacional e divulgadas pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM).

“Comparando os dados de 2015 e 2016, conseguimos manter a estabilidade no número de registros de animais e transferências de propriedade, o que mostra que o mercado continua movimentado, recebendo novos investimentos. Quanto aos valores de venda de animais em leilões, identificamos retração no mercado, possivelmente como reflexo da crise econômica que assola o país”, afirma o presidente da ABQM, Fábio Pinto da Costa.

A comercialização dos animais das linhagens de Trabalho, Corrida e Conformação atingiu valores médios de R$ 37,5 mil. Foram vendidos desde produtos ao pé até reprodutores e matrizes. “Se considerado o impacto econômico-financeiro gerado nas regiões onde acontecem as maiores competições do Quarto de Milha e a receita apurada nos eventos oficiais, o faturamento da raça seria ainda maior”, destaca o presidente da ABQM.

Força motriz do mercado

De acordo com Daniel Costardi, superintendente geral da ABQM, expressiva parcela da criação da raça Quarto de Milha está voltada à produção de animais dirigidos ao esporte. “O aprimoramento genético é fundamental para o seu desempenho, tanto para estrutura física como atlética, sempre na busca de posições de destaque nas competições oficiais, nas 21 modalidades praticadas pela raça”, explica Costardi.

Perspectivas para 2017

“Mesmo com os problemas sócioeconômicos e políticos ocorridos em 2016, o cavalo Quarto de Milha conseguiu superar vários obstáculos e a previsão é que, em 2017, os investimentos no setor aumentem a partir da recuperação da economia do país”, avalia o presidente. Para dar suporte ao crescimento do Quarto de Milha, a ABQM projeta fomentar ainda mais a raça em todas as regiões do país. “A ABQM distribuirá uma premiação recorde em torno de R$ 2 milhões comemorando os 40 anos do Campeonato Nacional, de Trabalho e Conformação, além de R$ 400 mil garantidos na Corrida em seu 40º GP ABQM Potro do Futuro. O objetivo é atrair ainda o interesse de mais investidores”, explica o dirigente.

Fonte: A Critica

  • Compartilhe
  • <