Por Fora
das Pistas

Notícias

Duas vitórias para Leandro Silva e Dicaprio (Erika Costa)

9 de julho de 2018

Leandro Silva e Pedro Almeida, em São Paulo registram novos índices para o Mundial

Faltando menos de dois meses para os Jogos Equestres Mundiais 2018 – que acontecem a cada quatro anos e são considerados a “Copa do Mundo” do hipismo – um Concurso de Adestramento Internacional e Nacional movimentou a Sociedade Hípica Paulista, em 6 e 8/7.

Na sexta-feira, 6/7, no Grand Prix dois conjuntos garantiram mais um índice técnico para os Jogos: o cavaleiro olímpico Leandro Silva com Di Caprio, dupla integrante do Time Brasil medalha de bronze no Pan 2015 e o representante do Time Brasil na Rio de 2016 Pedro Tavares de Almeida com sua nova montaria Aoleo.

Para se habilitar a uma vaga no Time Brasil de Adestramento, o conjunto (cavalo/cavaleiro) precisa atingir o índice mínimo estabelecido pela Federação Equestre Internacional (FEI) que é de 66% na nota média final – soma das notas dos cinco juízes – em no mínimo dois Grand Prix de Concursos de Adestramento Internacionais, categoria de 3 a 5 estrelas. Além disso, também é necessário que este índice seja obtido por um juiz 5* da FEI, em eventos diferentes.

Leandro montando Di Caprio registrou seu terceiro índice com a nota média final de 68,652%, e com as duas juízas 5* da FEI: a australiana Maria Schewenenssen (68,370%) e com a norte-americana Janet Foy (68,043%).

Pedro Tavares de Almeida montando Aoleo registrou seu segundo índice com a nota média final de 66,957% e com a juíza Janet Foy, 66,630%. Mauro Pereira Junior com Banzai AMM chegou em 3º luar, 65,630%.

No sábado, 7/7, Leandro com Di Caprio e Pedro montando Aoleo garantiram mais uma dobradinha no Grand Prix Special, totalizando respectivamente, 68,085% e 65,702%. Integraram o juri da série internacional ao lado de Janet Foy e Maria Schewenenssen, a juiza brasileira Claudia Moreira de Mesquita, Cesar Torrente, da Colombia, e o argentino Cesar Lopardo Grana.
Ao mesmo tempo está sendo disputada a Small Tour que vale como observatória técnica rumo aos Jogos Pan-americanos 2019 em Lima, no Peru. Na sexta-feira, 6/7, o top João Paulo dos Santos apresentando Carthago Comando SN faturou o Prêmio São Jorge com a média de 70,412%. Em 2º lugar chegou Mauro Pereira Junior com Don Enrico AMM, 69,118%, seguido pela jovem amazona Yara do Amaral Fernandez montando Dilto HI, 67,059%.

Já no sábado, 8/7, os mesmos três conjuntos repetiram a classificação, respectivamente, com bom aproveitamento de 70,529%, 67,176% e 66,912%.

Participaram do Small Tour Internacional 7 conjuntos e outros 7 concorreram no série Nacional, com oportunidade de serem julgados pelo mesmo time de juízes com despesas menores que no Internacional. Isabella do Vale com Zephiro da Raposa Dressur venceu os dois de competição – Prêmio St George e Inter I com 66,373% e 66,679% sagrando-se campeã da série Nacional.

Fonte: Assessoria CBH

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.