Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

3 de julho de 2017

Lavras do Sul estreia em Exposições Passaportes com recordes

Não havia maneira melhor do município de Lavras do Sul (RS) fazer a sua entrada no circuito de seleções para a Expointer nestes dias 1º e 2 de julho. Em uma temporada de seletivas que já vem fazendo história, a primeira Exposição Passaporte do município gaúcho reuniu em torno de 120 animais, entre confirmados e incentivos, firmando-se como a prova morfológica com o maior número de exemplares registrados no ciclo até agora.

Uma disputa que impressionou não só pela quantidade, mas também pela qualidade do grupo de campeões liderados por Joia Rara da Aliança e Dom Juan de São Pedro.

A Cabanha Aliança saiu da exposição com seu terceiro animal habilitado à Expointer. “Com uma pista dessas, nos enche de alegria e valoriza muito mais o feito. É sinal de que estamos no caminho certo”, diz o proprietário, Dari Hartwig. A fêmea Joia Rara da Aliança foi quem saltou aos olhos do jurado, Mário Móglia Suñe, em um grupo competitivo de éguas.

“Uma égua que considero muito feminina, que andou bem, muito bem aprumada e que está em um bom momento”, destaca Suñe. Orgulho para o criador e expositor, que já vem colhendo os frutos da preparação com vitórias anteriores da fêmea em exposições espalhadas pelo estado gaúcho. “A égua vem num crescente e isso eu devo a minha equipe, aos preparadores. É com muito zelo que a gente vem preparando essa égua”, conta Hartwig.

As fêmeas impressionaram, mas foi das filas dos garanhões que saiu o Melhor Exemplar da Raça. Já conhecido por seus histórico de bons resultados, Dom Juan de São Pedro foi quem saiu com a principal roseta da competição. O exemplar, já sagrado 3º Melhor Macho da Expointer em 2015, é exposto pela Cabanha JLV e garante o passaporte pelo terceiro ano consecutivo. “À minha maneira de ver é um cavalo excepcional, um cavalo cheio de qualidades e difícil de botar defeito, pelo seu equilíbrio e harmonia”, avalia o jurado.

Marcada por se tornar a mostra Passaporte com o maior número de animais na temporada – o recorde anterior era da Outonal, de Esteio/RS, com 97 animais ao todo – a ordenação em Lavras do Sul carregou não só a alta concentração de animais a seu favor, mas também conseguiu o feito de reunir um grupo que impressionou quem esteve presente no Parque do Sindicato Rural do município. “Eu já tenho andando em algumas pistas e pista pesada como essa, com esse nível tão parelho, eu me deparei unicamente na Expointer com esse número tão expressivo de animais que pudessem ser vencedores da exposição”, exalta Suñe.

Os cem animais marcados inscritos, junto aos 24 competidores das categorias incentivo, representaram expositores vindos de pelo menos 29 diferentes municípios e contribuíram para garantir o show de padrão morfológico colocado dentro da pista.

Com supervisão técnica de Daniel Rossato Costa, profissional credenciado à Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), a mostra de Lavras do Sul foi a décima quinta prova a habilitar animais para a Expointer nesta temporada. O circuito de Morfologia 2017 tem o patrocínio de Vetnil, Supra e Banrisul.

Confira o resultado
 
FÊMEAS

Grande Campeã
Joia Rara da Aliança, filha de Harmônico de Santa Edwiges e Baliza da Aliança; criador e expositor Dari Hartwig, Cabanha Aliança, Pelotas/RS

Reservada Grande Campeã
Erva Santa Cala Bassa, filha de Piraí 1569 do Brazão e Adrenalina Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS

Terceira Melhor Fêmea
Inocência da Vendramin, filha de São João do Juncal Pandemônio e BT Lenda; criador Aldo Vendramin e expositores Luíz Antônio Venker Menezes e Camila Menezes, Cabanha Quatro Linhas, Guaíba/RS

Quarta Melhor Fêmea e Reservada Campeã Égua Menor
Capanegra Ursa Nativa, filha de Nativista do Pontal-Te e Quitanda do Purunã; criador e expositor Fernando Dornelles Pons, Cabanha Capanegra, Dom Pedrito/RS

MACHOS

Melhor Exemplar da Raça e Grande Campeão
Dom Juan de São Pedro, filho de BT Delantero e Morena de São Pedro; criador Eduardo Macedo Linhares e expositor José Valmir Silveira D’avila, Cabanha JLV

Reservado Grande Campeão
Galanteo da Matarazzo, filho de Xingú Ibiá e Cobiçada do Barulho 671; criador Jayme Monjardim Matarazzo e expositor Cabanha Vila Matarazzo e Cabanha do Barulho

Terceiro Melhor Macho
Dito e Feito Cala Bassa, filho de Piraí 1569 do Brazão e Tacada Cala Bassa; criador Marcelo Rezende Móglia e expositores Cabanhas Cala Bassa, Santa Angela, Miramonte e Gap São Pedro

Quarto Melhor Macho
Militar da Cabanha Santa Fé, filho de JA Impulso e Esmeralda da Cabanha Santa Fé; criador e expositor Gilberto Rodrigues de Freitas, Cabanha Santa Fé, Taquara/RS

Fonte: Francine Neuschrank/ABCCC

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.