Por Fora
das Pistas

Notícias

25 de abril de 2015

Laboratório Búrigo oferece exames para a proteção de equídeos

Criadores de equídeos (cavalos, pôneis, burros) do Sul catarinense já podem contar com o Laboratório Búrigo para a coleta e a realização de exames para Mormo e Anemia Infecciosa Equina (AIE), duas doenças altamente contagiosas, sem cura, que também podem acometer outros animais e humanos, levando a morte.

O exame negativo para AIE é considerado obrigatório pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) para o transporte de animais, dentro e fora do estado, além da participação em eventos com aglomeração, como rodeios, exposições, cavalgadas, provas hípicas e leilões.

Já o teste negativo para Mormo passou a ser exigido, no começo deste mês, após a confirmação de um foco na Serra catarinense, na cidade de São Cristóvão do Sul. De acordo com o órgão de defesa sanitária animal, há 11 anos não havia registro da zoonose no estado.

Para a comodidade dos criadores de equídeos e segurança de seus animais, o Laboratório Búrigo passa a oferecer serviço especializado de coleta em propriedades rurais, haras e locais de hospedagem. A médica veterinária da unidade Búrigo Vet, Diliane Sartor, é quem realiza o atendimento, com acondicionamento adequado das amostras e o preenchimento de toda a documentação exigida pela Cidasc.

Outra opção é contratar o médico veterinário de confiança e encaminhar as amostras e a documentação completa para a unidade Búrigo Vet, no bairro Cruzeiro do Sul, em Criciúma. No entanto, para a coleta do exame de Mormo, o profissional deverá estar habilitado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “As amostras serão encaminhadas para um laboratório terceirizado em São Paulo, com resultados em até sete dias”, explica a veterinária.

Validade dos exames

Os criadores de equídeos da região devem estar atentos à validade do exame para Mormo e AIE, que é de 60 dias. Após esse período, novos testes serão necessários caso o proprietário queira transportar os animais ou inscrevê-los em eventos. Somente com o teste negativo para as duas doenças é que o criador poderá emitir a Guia de Transporte Animal (GTA) nos escritórios municipais da Cidasc.
Exames com demanda local em breve

De acordo com a coordenadora da Unidade Búrigo Vet, Karina Cancelier Praessler, o Laboratório Búrigo passará a oferecer, em breve, os dois exames localmente. “Todos os protocolos já foram encaminhados ao Inmetro, que deverá visitar nossa unidade, em curto e médio prazo, para a liberação do serviço”, afirma. Analisados em Criciúma, os exames terão resultados em até 48 horas.

Fonte: Portal Veneza

  • Compartilhe
  • <