Por Fora
das Pistas

Notícias

9 de setembro de 2015

Jogos Paralímpicos começam em um ano

Sete de setembro, dia da Independência do Brasil. No ano que vem, a data terá também outro significado especial: é quando começam os jogos paralímpicos. A expectativa é grande, já que mês passado fomos os campeões de medalhas no Parapan de Toronto.

Em 2016, serão 4.350 atletas de alto rendimento com deficiências mentais ou físicas, que virão de todos os continentes para o Rio de Janeiro. São mais de 500 provas de 23 modalidades. Além de atividades tradicionais adaptadas, como atletismo, natação, basquete, hipismo e judô, tem também esportes exclusivos das paraolimpíadas como bocha, futebol de cinco e goalball.

O goaball é um esporte que foi criado especialmente para deficientes visuais, onde os times se guiam através de um guizo colocado dentro da bola. A atleta da seleção feminina de goaball, Victória Nascimento, explica como isso funciona na prática. Victória começou no esporte com 13 anos de idade, dois anos depois de ficar cega.

A seleção feminina de goaball subiu no lugar mais alto do pódio nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto. Foi uma das 257 medalhas que o Brasil conquistou para ficar em primeiro lugar no quadro da competição.

A pernambucana Rosinha dos Santos achou o seu talento no arremesso de peso e lançamento de disco após ter uma perna amputada. Trocou a vida de empregada doméstica pela de atleta de alto rendimento. E neste ano teve um desafio extra na hora de conquistar a medalha de bronze no Canadá.

O atleta Willian Silva Araújo, espera que os Jogos Paralímpicos contribua para que as pessoas com deficiência sejam mais respeitadas na sociedade.

Na última segunda-feira (7) começaram as inscrições para o sorteio de ingressos dos jogos paralímpicos de 2016. Serão disponibilizadas mais de 3 milhões de entradas. Para comprar é preciso entrar no site rio2016.com/ingressos.

Fonte: Rede Agencia Nacional

  • Compartilhe
  • <