Por Fora
das Pistas

Acontece

João Victor Oliva e Xiripiti TVF cada vez mais afiados (Rui Godinho)

9 de julho de 2018

João Victor Oliva registra 5º índice com nova montaria na Europa

O cavaleiro olímpico João Victor Oliva, de 22 anos, foi o único brasileiro no Grand Prix do CDI4* Dressage Grand Ducal de Luxemburgo realizado na manhã do sábado (7/7) em Leudelange, onde registrou seu 5º índice montando Xiripiti TVF: 66,304% de nota média final e 67,065% com o juiz 5* FEI Raphael Saleh, da França.

Os outros quatro índices do conjunto brasileiro foram registrados em 2018 em CDIs em Portugal.

O Grand Prix – prova válida como qualificativa – contou com participação de 29 conjuntos de 14 países. João Victor Oliva/Xiripiti TVF ficou em 14º lugar na classificação geral. O campeão do GP foi o norte americano Steffen Peters montando Suppenkasper com nota média geral de 74.239%. Peters integrou a equipe medalha de bronze nos Jogos do Rio 2016.

Cinco conjuntos habilitados para o Mundial

Somados os resultados das cinco qualificativas realizadas no Brasil entre 2017 e 2018, e os obtidos por João Victor Marcari Oliva com suas duas montarias – Xamã dos Pinhais na temporada 2017 e Xiripiti TVF em 2018 – já são cinco os conjuntos habilitados a integrar o Time Brasil a ser formado por quatro conjuntos e um reserva. Carimbaram o passaporte técnico João Victor, que tem cinco índices com cada montaria, Giovana Pass montando Zíngaro, integrante do Time Brasil na Rio 2016, com Zingaro de Lyw e Leandro Silva com Di Caprio têm três índices, e com dois índices, Pedro Tavares de Almeida montando Aoleo.

Sobre os Jogos Equestres Mundiais
Considerada a “Copa do Mundo” do cavalo, os Jogos Equestres Mundiais (WEG, na sigla em inglês) são realizados a cada quatro anos, e em sua 8ª edição acontece de 11 a 23 de setembro no Tryon International Equestrian Center, em Mill Spring, na Carolina do Norte, EUA. Unidos. É a segunda vez que o país recebe a competição que reúne amazonas e cavaleiros de vários países competindo em oito modalidades: Adestramento, Adestramento Paraequestre, Atrelagem, Concurso Completo de Equitação (CCE), Enduro, Rédeas, Salto e Volteio.

No Adestramento serão realizadas três provas entre os dias 12 e 16/9: na quarta-feira (12) acontece o Grand Prix, prova qualificativa individual e por equipe; na quinta-feira (13) o Grand Prix define o pódio por equipe; na sexta-feira (14), o Grand Prix Special qualificativa para o pódio individual, e no domingo (16) o Grand Prix Freestyle define o pódio individual.

O Adestramento brasileiro estreou nos Jogos em 2002, em Jerez de La Frontera, e como equipe em 2010, em Kentucky, EUA, e na Normandia, França, 2014. A definição das equipes brasileiras será anunciada em agosto pela Confederação Brasileira de Hipismo.

Fonte: CBH

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.