Por Fora
das Pistas

Notícias

Equipe brasileira tem duas medalhas de bronze em Jogos Olímpicos; foto: Juca Varella/Folhapress

16 de outubro de 2017

Hipismo pode ter time com atletas de países diferentes em Tóquio 2020

Presente no programa dos Jogos Olímpicos desde Estocolmo 1912, o hipismo está perto de passar por uma mudança considerável em Tóquio 2020. A Federação Internacional do esporte planeja permitir a participação de um mesmo time com atletas de diferentes países. A proposta ainda precisa ser aprovada em assembleia da entidade, em novembro, no Uruguai.

Segundo Luiz Roberto Giugni, representante da FEI (Federação Internacional de Hipismo na sigla em inglês) durante a coletiva de lançamento do Concurso Indoor de Salto da Sociedade Hípica Paulista, na zona sul de São Paulo, a discussão é levada há algum tempo para reduzir os custos de atletas e cavalos, dar mais visibilidade e permitir maior inclusão ao esporte. A ideia teria partido inclusive da própria Confederação Brasileira.

“[Nas Olimpíadas], vamos ter equipes, equipes mistas que vão ser montadas por países distintos também. Essa fórmula toda já foi discutida e vai agora para aprovação em assembleia. Teremos mais vagas individuais em mais países. Vamos ter a possibilidade de dar uma visibilidade maior ao esporte no mundo todo e também a chance de mais países estarem lá”, disse Giugni, em entrevista coletiva.

O Brasil tem duas medalhas de bronze no hipismo dos Jogos Olímpicos. Em Sydney 2000 e em Atlanta 1996 os cavaleiros do país subiram ao pódio. A outra medalha é dourada e veio com Rodrigo Pessoa e o cavalo Baloubet du Rouet em Atenas 2004 — os brasileiros foram beneficiados pelo doping do conjunto irlandês Waterford Cristal/Cian O’Connor.

Essa não seria a primeira mudança radical do hipismo olímpico que foi disputado oficialmente em Paris 1900, ficou ausente nas duas edições seguintes (Saint Louis 1904 e Londres 1908) antes de retornar. Em Melbourne 1956, a competição passou a ser aberta a ambos os sexos e a incluir civis (antes, apenas militares participavam). Hoje, o esporte é disputado nas modalidades adestramento, concurso completo de equitação (CCE) e saltos. Ao lado do pentatlo, que também usa cavalo, o hipismo é um dos únicos esportes que utiliza animal nos Jogos Olímpicos.

Fonte: Esportes R7

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.