Por Fora
das Pistas

Notícias

Gustavo Rabelo - Presidente da FEP

6 de fevereiro de 2019

Gustavo Rabelo é o novo presidente da Federação Equestre de Pernambuco

Ao fim da gestão de Romero Maranhão, a Federação Equestre de Pernambuco (FEP) tem um novo presidente. Gustavo Rabelo foi eleito, na Assembleia Geral Ordinária, para comandar a FEP pelos próximos dois anos. Farão parte da nova diretoria executiva também Ciro de Andrade Bezerra, como primeiro vice-presidente, e Joaquim Felipe de Souza Leão, como segundo vice-presidente.

Ainda na Assembleia Geral foi definido a composição do Conselho Fiscal da FEP. Os titulares serão Paulo Henrique Santos, Marconi César Farias Vieira Filho e Geraldo Bandeira de Belo Filho. Enquanto os suplentes serão Eduardo Pessoa Campos, Paulo Henrique Amorim Paulo e Nivaldo Mendes Nepomuceno.

Nos próximos dois anos, Gustavo Rabelo espera fazer uma gestão compartilhada e agregada com os filiados. O novo presidente pretende valorizar todos que ajudam a construir a Federação Equestre de Pernambuco para fortalecer a modalidade no Estado.

“Nosso lema é ‘Entidades fortes, federação forte’. Isto significa que faremos um trabalho em conjunto, vamos dividir as provas entre os quatro filiados para que cada uma se motive a ter organização e se estruturar. Serão seis provas no Caxangá Golf & Club, duas no Centro Hípico Zona Sul, uma na Coudelaria Souza Leão e uma no Núcleo Hípico de Vitória”, ressaltou o presidente da FEP.

A partir deste ano, haverá uma remodelação nas provas. Em fevereiro, a primeira prova, em 15 de fevereiro, será à fantasia como uma forma de confraternização e em clima de descontração. Já no dia seguinte, os cavaleiros vão para a pista na prova que valerá para o ranking.

A FEP também quer, em conjunto com a Secretaria de Esportes, desenvolver projetos de hipismo em cidades como Petrolina, Caruaru, Gravatá e Carpina. “São regiões com poder aquisitivo e que gostam de cavalos, mas falta o incentivo para a prática da modalidade”, completou Gustavo Rabelo.

Também estão nos planos da Federação realizar trabalhos focados no adestramento para fortalecer esta atividade, além de incentivar a formação de novos oficiais e juízes junto a CBH. Assim, será possível viabilizar as provas com a equipe local e baratear os custos. O projeto também inclui fomentar a base, valorizar as escolinhas e realizar clínicas nas entidades durante o ano.

Fonte: FEP

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.