Por Fora
das Pistas

Acontece

11 de março de 2020

Focado em representar o Brasil em Tóquio, Nilson Moreira coloca seu terceiro cavalo no páreo para o índice Olímpico

O cavaleiro brasileiro, que mora nos Estados Unidos, conquistou o primeiro índice Olímpico com Magnus Martini na categoria 4* Short, durante o CCI Red Hills Internacional, que se iguala a Rocky Phantom e Cash

Nilson Moreira da Silva, o Nilsinho, iniciou a temporada 2020 de competições internacionais em solo americano focado na conquista do índice Olímpico para Tóquio. O cavaleiro brasileiro, que há 10 anos mora nos Estados Unidos, está empenhado em habilitar suas três montarias: Magnus Martini, Rocky Phantom e Cash que já conquistaram o primeiro índice.

Para cada conjunto, o cavaleiro tem uma estratégia diferente e vem trabalhando incansavelmente para alcançar as metas traçadas. Com Rocky Phantom e Cash, Nilson buscará a qualificação em maio, quando farão um 4 * long. A competição será no Jersey Fresh Internacional, em Allentown, em New Jersey, de 6 a 10 de maio. Com Magnus Martini, a próxima prova será o Internacional 5* durante o Land Rover Kentucky, em Lexington, no estado de Kentucky, de 22 a 26 de abril.

Embora a temporada 2020 da FEI nos Estados Unidos tenha acontecido no último final de semana, no Elinor Klapp Phipps Park, em Tallahassee (Flórida), Nilson está competindo desde 18 de janeiro, desde então já foram seis provas, com 12 cavalos diferentes, conquistando ótimos resultados nas nacionais americanas.

Para o cavaleiro, cada competição é uma grande oportunidade. “Na Rio16, eu integrei a equipe brasileira, mas fiquei como cavaleiro reserva. Senti o gostinho de representar o meu Brasil, um sonho desde os tempos que eu puxava cavalo no campo de polo, em Colina, mas faltou algo. E é esse por esse algo que estou focado”, enfatiza Nilsinho com entusiasmo.

fonte: Assessoria

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.