Por Fora
das Pistas

Notícias

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

27 de outubro de 2019

Exames de cavalos do Parque de Exposição dão negativo para mormo

O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), continua monitorando rigorosamente os casos da doença de mormo em cavalos no Piauí. Recentemente, exames foram realizados em mais de 50 cavalos alocados no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde que tiveram contato com o animal vítima da doença e todos apresentaram resultados negativos. Com isso, a Expoapi será realizada normalmente.

As amostras foram enviadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e analisadas pelo Laboratório Nacional Agropecuário, em Pernambuco. A partir dos resultados dos exames negativos, a Adapi irá iniciar a desinfecção os recintos no Parque para que seja reaberto.

De acordo com o médico veterinário Idílio Moura, gerente de Defesa Sanitária Animal da Adapi, com o resultados dos exames, logo, o Parque de Exposição será reaberto e a realização da Expoapi está mantida. “A Expoapi poderá ser realizada normalmente e a Adapi irá fiscalizar e controlar a entrada e saída de todos os animais durante os dias de evento, que precisarão ter a Guia de Trânsito Animal (GTA), os exames sanitários necessários para cada espécie e atestado de vacinação”, afirmou Moura.

A Expoapi será realizada de 30 de novembro a 8 de dezembro. A programação prevê julgamentos de animais, provas equestres, leilões, além de apresentação de atrações artísticas.

Segundo a Associação Piauiense dos Criadores de Zebú (APCZ), 10 estados já confirmaram participação na feira. Pelas estimativas da entidade, a Expoapi 2019 deve superar a edição do ano passado, quando reuniu 580 expositores e 5.300 animais.

Fonte: cidade verde

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.