Por Fora
das Pistas

Notícias

FOTO Gabriel Rosas (esq) e Thiago Paiva Moreira (dir) comemoram com Jamil (centro) depois de vencerem prova com cavalo de criação da Prime Horse

29 de julho de 2019

Evento destaca Araçatuba no cenário nacional do QM

O empresário e criador de cavalos Quarto de Milha, Jamil Buchalla Filho, afirmou que a realização do 42º Campeonato Nacional da ABQM (Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha) em Araçatuba coloca o município em evidência no cenário nacional.
Além disso, Buchalla Filho disse que as competições trarão R$ 7 milhões para Araçatuba e que já é possível perceber o impacto positivo do evento na economia local.

Convivendo com cavalos Quarto de Milha há 40 anos, Buchalla Filho disse que essa atividade só lhe trouxe alegrias e amizades e é algo que ele deseja passar para os filhos.

Confira a entrevista que ele concedeu à Folha da Região:

O senhor foi peça fundamental nesta estrutura, juntamente com diversos outros nomes. Como surgiu essa ideia?

Sim. Eu e o senhor José Macário Perez Pria, juntamente com o Fábio Brancato (presidente do Sindicato Rural da Alta Noroeste), fomos na primeira reunião propor para a ABQM o parque de Araçatuba, para poder formalizar esses eventos aqui.

Como foi o processo para que os campeonatos do Quarto de Milha viessem para Araçatuba?
Foi um conjunto de coisas. Primeiro, o município teve que conseguir junto ao governo do Estado a concessão do parque, para que pudesse haver segurança jurídica para firmar o contrato com a ABQM. Passada essa etapa, foi preciso mostrar para a diretoria da ABQM o potencial e a localização estratégica de Araçatuba, frente à localização do plantel de equinos e da concentração de competidores, além da parte de acomodação, alimentação e infraestrutura. Depois, foi assinar o contrato e dar o pontapé inicial para a execução das obras. O complexo equestre, cujo projeto é de um araçatubense, o arquiteto Amauri Júnior, foi construído em cerca de 90 dias, com uma estrutura sem igual.

Como se deu a articulação política? E entre os criadores e a associação?
Foi uma conjunção de fatores. Desde o apoio da Prefeitura até a concepção da ideia e apresentação à ABQM, passando pela cessão do recinto ao Siran. Foi um processo que envolveu muita gente e foi um verdadeiro trabalho em equipe para que chegássemos a esse evento grandioso, que aconteceu até o dia 28.

Quem são os araçatubenses que fizeram a diferença nesse pleito?

Foram diversos nomes, cada um com sua importância em um ou mais momentos. Além do Macário e do Brancato, o prefeito Dilador Borges (PSDB), João Mário Geralde e Marco Antônio Viol.

No que a ABQM vai influenciar na economia de Araçatuba?
A gente pode perceber, já no primeiro dia do evento, o impacto em algumas partes do comércio. Nós notamos que o evento está impactando positivamente a economia. Acredito que a cidade e o comércio já estarão preparados para o próximo evento. Acho que em agosto vamos ter um impacto bem grande na movimentação econômica da cidade.

Quais serão os benefícios trazidos pela competição?
Além de toda a movimentação financeira que as competições trazem para a cidade, cerca de R$ 7 milhões que ficam no município, o campeonato coloca Araçatuba em evidência no cenário nacional. São competidores de todo o Brasil, que comparecem para participar. É importantíssimo para o município, em todos os sentidos, ter eventos desse porte ocorrendo em local que antes era subutilizado.

Desde quando o senhor é criador de cavalos Quarto de Milha? Já ocupou cargos em outras associações?
Eu monto desde os 14 anos de idade. Hoje tenho 54, então, são 40 anos de convivência com o cavalo Quarto de Milha. Já ocupei cargo de presidente da Anca (Associação Nacional do Cavalo de Apartação) e também da Associação de Criadores da Raça Blonde D’Aquitaine, de bovino. Fazemos seleção e criação de Quarto de Milha desde 1984, na Prime Horse.

Qual a maior motivação para o senhor continuar criando cavalos Quarto de Milha?
É ver essa raça maravilhosa que coloca crianças e jovens no caminho certo e a satisfação de seus pais; além da interação, da possibilidade de competir e estar junto com todo mundo.

Qual é a importância do cavalo hoje na sua vida?
O importante é o reconhecimento desses 40 anos que trabalho com cavalos, algo que só me trouxe alegria e amigos. Se eu disser para você que tive um inimigo por causa de cavalos é mentira. Só construí amizades que frutificaram. O cavalo Quarto de Milha é uma satisfação muito grande para mim e hoje eu posso passar isso para os meus filhos, sabendo que eles vão estar em um ambiente bom.

Fonte: Folha da Regiao

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.