Por Fora
das Pistas

Notícias

Disputas eletrizantes, equipes femininas e masculinas, competidores de sete países no primeiro evento internacional de Horseball a se realizar no Brasil; Foto: Divulgação

28 de outubro de 2015

Equitação de Trabalho e Horseball têm disputas internacionais no feriadão

O Brazilian International Horseball Tornament e a 1ª seletiva da Copa do Mundo de Equitação de Trabalho movimentam o Centro Hípico de Tatuí (Hípica Centaurus), no interior paulista, entre 28/10 e 02/11. O evento é aberto ao público.

Não vão faltar emoções e muita torcida nestas duas competições. Os amantes da Equitação de Trabalho poderão torcer pelos atletas da modalidade que estarão disputando a primeira de duas seletivas da I Copa do Mundo da modalidade. Cada país tem direito a duas vagas e a final da disputa também acontece no Centro Hípico de Tatuí, em 12 de dezembro.

Já o Brazilian International Horseball Tornament é o primeiro campeonato internacional a ser realizado no País e conta com participação de equipes de dez países.

1ª Seletiva da Copa do Mundo de Equitação de Trabalho
Evento da International Working Equitation (WAWE), a Copa do Mundo de Equitação de Trabalho é uma iniciativa da Coudelaria do Castanheiro e da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano (ABPSL) e será realizada a cada dois anos.

Instituída em 2015, a competição tem por objetivo o fomento do esporte e a integração e intercâmbio entre competidores de vários países. No Brasil serão realizadas duas seletivas para definição da dupla que representará o País na grande final, em 12 de dezembro, também no Centro Hípico de Tatuí e durante o Festival do Cavalo Lusitano.

Nesta 1ª seletiva os candidatos entram em pista em dois dias: no sábado (31/10) às 09h00 para a prova de Ensino e às 14h00 na prova de Maneabilidade; já no domingo (1º/11), às 14h00, será realizada a prova de Velocidade. A soma dos resultados das três fases é que vai definir quem larga na frente em busca das vagas.

O país sede da Copa do Mundo de Equitação de Trabalho é quem fornece os cavalos aos competidores estrangeiros, e a definição das montarias é definida por sorteio. Já estão confirmadas a participação de equipes de Portugal, França, Itália, México e Colômbia.

Horseball também tem disputa internacional
Iniciativa inovadora da Associação dos Jogadores de Horseball do Brasil, o Brazilian International Horseball Tornament é o primeiro campeonato internacional da modalidade a ser realizado no Brasil.

Com chancela da Federação Internacional de Horseball, a disputa que vai de 28/10 a 02/11 já tem confirmação de participação de dez países, com equipes femininas e masculinas compostas de aproximadamente 50 atletas do mais alto escalão do horseball mundial, além de treinadores e dirigentes da Federação internacional. “Recebermos a nata do horseball mundial será um ótimo teste para os jogadores brasileiros e um show de técnica e habilidade” comenta Lucas Toledo, responsável pelo treinamento e definição das equipes feminina e masculina que defenderão o Brasil.

No time masculino estão: Gustavo Lopes, Fabricio Gebrim, Carlos E. Pontes, Alexandre Camargo Barros, Marcelo Ribeiro de Almeida e Pablo Gustavo. A equipe feminina é formada por Ana Camargo Barros, Anna Karla Biglia de Almeida, Caroline Machado, Fabiana Santos, Janaina Nanini e Laura Pozzi Franco. “Este campeonato será um divisor de águas no esporte dentro do País, e um teste bastante duro as duas equipes que estão inscritas no Mundial da modalidade de acontecerá em agosto de 2016 na cidade de Pinte de Lima, em Portugal”, conclui Lucas Toledo.

Fonte: Rute Araujo

  • Compartilhe
  • <