Por Fora
das Pistas

Notícias

Semana Farroupilha, mormo, desfiles, reunião (Foto: Gabriel Munhoz, Divulgação)

15 de agosto de 2015

Entidades exigem exame em cavalos para aprovar o Desfile Farroupilha

Detectada pela primeira vez no município de Rolante, em junho, a doença do Mormo está ameaçando a realização dos Desfiles Farroupilhas de 20 de setembro. Enfermidade que atinge os cavalos, ela é infecciosa e pode ser transmitida para o ser humano. Não há cura e a Secretaria da Agricultura e Pecuária do RS afirma que, quando o animal é diagnosticado com a doença, precisa ser sacrificado. Nos humanos, o Mormo também leva a morte, mas ainda não há nenhum caso registrado no Estado.

Para controlar o avanço da doença, hoje com 11 casos em análise no Rio Grande do Sul, representantes de entidades como Farsul, MTG, Federação Gaúcha de Laço e Abccc se reuniram com o secretário da Agricultura e Pecuária, Ernani Pólo, para confirmar a exigência do exame de livre da doença para eventos com aglomeração de cavalos.

“Não estamos cancelando nem proibindo eventos como Desfile Farroupilha, rodeios e cavalgadas. Apenas aplicamos a determinação federal para que a doença não se espalhe, preservando assim tanto a saúde animal quanto pública, já que a doença é transmissível para seres humanos e em 100% dos casos leva a óbito”, explica o secretário Ernani Polo.

O exame, obrigatório para a liberação da guia de trânsito animal, deve ser realizado com laboratórios ou veterinários habilitados. No site da Secretaria da Agricultura e Pecuária do RS é possível encontrar uma lista dos locais e profissionais. A coleta é feita na propriedade e encaminhada para um dos 19 laboratórios de todo o Brasil.

“Somos a favor do cumprimento da legislação e sempre a favor da defesa animal, o que nesse momento só é possível com a exigência do exame”, disse o presidente do MTG, Manoelito Savaris.

Em pelo menos três cidades, desfile já está cancelado

Representantes das entidades tradicionalistas do município de Dom Pedrito decidiram em reunião realizada na terça-feira (11) que não haverá desfile do 20 de setembro.

O cancelamento ocorre justamente em função das medidas de controle e defesa sanitária para impedir a disseminação do Mormo. O mesmo aconteceu em Piratini e Júlio de Castilhos, cidades onde o evento não irá ocorrer por causa da ameaça da doença.

Fonte: G1

  • Compartilhe
  • <