Por Fora
das Pistas

Notícias

Ao lado do cavalos, Aline Lima faz um dos exercícios da terapia com estes animais (Foto: Carlos Aliperti)

25 de maio de 2015

Entenda sobre a técnica de aprendizagem e ‘coaching’ assistido por cavalos

A parceria entre pessoas e cavalos já faz parte da história da humanidade. Estes animais ajudaram muito os seres humanos a alcançarem suas conquistas. E isso acontece até hoje.

A Aline Lima, foi até a cidade de Espírito Santo do Pinhal (SP) para conhecer uma técnica de aprendizagem e coaching assistido por cavalo. O uso do animal com fins psicoterapêuticos tem como objetivo o desenvolvimento humano, para que a pessoa melhore a autoconfiança, o foco e o senso de liderança.

Quem explicou tudo para a apresentadora do Mais Caminhos foi a psicóloga e facilitadora Mônica Bartolomei, que tem especialização nos Estados Unidos em Educação Conduzida por Cavalos, com foco no desenvolvimento humano. Segundo ela, a técnica é diferente da equoterapia, pois você anda ao lado do cavalo, sem montá-lo. Os animais atuam como verdadeiros treinadores naturais.

Mas, por que cavalos? Bom, a explicação está nas características destes animais. Grandes e destemidos, eles são exemplo e estímulo para tomadas de decisões na vida, seja no ambiente corporativo do trabalho, seja na família ou na vida pessoal. Superar medos e desenvolver confiança em si mesmo são algumas influências que o cavalo tem sobre nós.

Quando competia a Prova dos Três Tambores, Aline Lima conta que seu cavalo sentia que ela estava nervosa ou ansiosa antes da competição. Isso acontece porque o animal possui um mecanismo chamado de neurônio espelho, que lhe dá a habilidade de captar os sentimentos e emoções que temos e acaba reproduzindo-os. Se você está nervoso, ele fica nervoso; se está tranquilo, ele também fica. A sintonia é capaz de criar um vínculo entre a pessoa e cavalo.

A estudante Gislaine Nogueira conta sua experiência: “você começa a enxergar quais são os seus problemas através do cavalo. Eu sempre fui uma pessoa muito fechada eu precisava trabalhar isso; como enfrentar os obstáculos, como trabalhar as questões internas emocionais. O cavalo me mostrou que eu era uma líder”.

A superação de traumas é um dos principais resultados decorrentes da terapia. O instrutor de equitação, Wilson Moura, trabalha com cavalos há mais de 60 anos e agora atua na terapia com cavalos: “99% do tempo nosso é para os outros, para outras coisas além de nós mesmos, né? E essa retomada de consciência me favoreceu muito na liberação de traumas recentes. Ou seja, eu cresci muito”.

Fonte: Gshow

  • Compartilhe
  • <