Por Fora
das Pistas

Notícias

Doping

1 de fevereiro de 2018

Doping animal >> Perguntas mais comuns

Como sei se o animal foi dopado?

A prova de que foi realizado o uso de substâncias ilegais que afetam a performance do animal é determinada pelo exame antidoping ou exame toxicológico animal.

Qual o material coletado para o exame?

É realizada coleta de urina em duas amostras de pelo menos 120mL. O exame também pode ser feito a partir de amostras de sangue.

Onde é feita esta coleta? E por quem?

Primeiro, o animal é encaminhado a uma baia ou outro local previamente escolhido, acompanhado de um responsável e um fiscal credenciado. Neste local é realizada a coleta de sangue ou urina pelo responsável ou veterinário. Finalmente, a amostra é enviada ao nosso laboratório para análise.

Posso pedir contra-prova?

Caso o resultado do exame seja positivo, é possível solicitar a contra-prova. Essa solicitação deve ser realizada em até 15 dias após a prova, e deve ser realizada com as mesmas especificações.

Quais substâncias analisamos?

Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e analgésicos

São eles: fenilbutazona, oxifembutazona, flunixina, meloxicam, firocoxibe, carprofeno, cetoprofeno, ácido meclofenâmico, celecoxibe, cinchofeno, clonixina, diclofenaco, fenclofenaco, fenoprofeno, ácido flufenamico, ibuprofeno, naproxeno, paracetamol, piroxicam, rofecoxibe, tenoxicam, vedaprofeno, codeina, morfina, fentanil, pentazocina, fenazocina, dipirona e outros.

Corticosteróides

Nessa classe estão: dexametasona, betametasona, flumetasona, prednisolona, prednisona, metilprednisolona, triancinolona, triancinolona acetonida e outros.

Esteróides anabólicos

Boldenona, nandrolona, estanozolol, trembolona, metiltestosterona, metandriol, metandienona, fluoximesterona, drostanolona, clostebol e outros.
Anestésicos locais

Boldenona, nandrolona, estanozolol, trembolona, metiltestosterona, metandriol, metandienona, fluoximesterona, drostanolona, clostebol e outros.

Sedativos, tranquilizantes, anti-histamínicos e beta-bloqueadores

Estes compostos alteram principalmente o comportamento do animal, são eles: acepromazina, detomidina, diazepam, flufenazina, cetamina, temazepam, propionilpromazina, promazina, reserpina, romifidina, xilazina, propranolol, metoprolol, difenidramina, orfenadrina, ciclizina e outros.
Estimulantes e broncodilatadores

Esta classe é muito utilizada em corridas, por melhorar o desempenho físico de animais. Os compostos dessa classe são: cocaína, efedrina, metilenodeoximetanfetamina (MDMA), clembuterol, salbutamol e outros.
Diuréticos

Furosemida, hidroclortiazida, bumetanida e outros.

Fonte: Gentox

  • Compartilhe
  • <

Os comentários estão desativados.