Por Fora
das Pistas

Notícias

Material dos cavalos foi coletado no hospital veterinário da Uenf e um exame feito em Niterói confirmou a causa das mortes (Foto: Divulgação/Uenf)

11 de junho de 2017

Dois casos de raiva em cavalos são confirmados em Campos, no RJ

O núcleo das regiões Norte e Noroeste Fluminense da Supeintendência de Defesa Agropecuária do Estado do Rio confirmou dois casos de raiva animal em cavalos de Campos dos Goytacazes. Segundo a Defesa Sanitária, os animais morreram no hospital veterinário da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), nos dias 25 e 30 de maio.

O material dos cavalos foi coletado na Uenf e um exame feito em Niterói confirmou a causa das mortes.

Ainda de acordo com a Defesa, os animais não tinham donos e viviam soltos na localidade de Ponta da Lama. O coordenador do núcleo do Norte e Noroeste, Cláudio Vilela, disse que como o vírus está circulando na localidade, pode haver a necessidade de vacinação dos animais da região.

A Defesa Agropecuária já informou a Superintendência de Agricultura e Pecuária de Campos e o Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) sobre a confirmação dos casos.

A Superintendência de Agricultura e Pecuária disse que o início da vacinação antirrábica para equinos e bovinos de pequenos produtores está prevista para a próxima semana.

O CCZ informou que através dos setores de Raiva Rural e Controle de Morcegos, já vem sendo realizado um trabalho preventivo com orientação da população para prevenção da raiva animal, além de serem aplicadas também pastas vampiricidas em regiões de maior incidência.

O órgão disse também que realiza constantemente levantamento para identificação das áreas que possuem maior incidências de casos de raiva animal. Inclusive, já está previsto para o mês de julho a vacinação contra a doença em pequenos animais, direcionada às regiões que tiveram óbito de animais em consequência da raiva ou mordedura de morcegos hematófagos-transmissor de raiva na área rural.

Fonte: G1 – Por G1, Campos dos Goytacazes

  • Compartilhe
  • <